As 3 principais chaves para o Flamengo voltar de Quito com uma vitória contra a LDU

Vitor Beloti
·2 minuto de leitura

Conmebol Libertadores. Esse é o principal foco do Rubro-Negro carioca. Com o confronto praticamente definido pelo Cariocão, após uma ótima vitória contra o Volta Redonda, 3 a 0, pelas semifinais do Campeonato Estadual 2021, na noite do último sábado (01), Gabigol e cia voltam suas forças somente em busca da classificação para as oitavas de final da competição mais importante da América.

No entanto, mesmo com um dos melhores times do continente, a tarefa não será nada fácil. A LDU, adversária do Flamengo na terça-feira (04), vem de um retrospecto muito favorável nos últimos jogos, com apenas uma derrota nas últimas 13 partidas. Além disso, contam com uma altitude de 2.850m em relação ao nível do mar, aspecto crucial no jogo entre as duas equipes

Através disso, listamos as 3 principais chaves para o Mais Querido voltar de Quito com uma vitória contra a LDU.

1. Inteligência

Gabigol é o artilheiro do Flamengo na competição. | ANTONIO LACERDA/Getty Images
Gabigol é o artilheiro do Flamengo na competição. | ANTONIO LACERDA/Getty Images

Jogar contra qualquer adversário pela Libertadores, fora de casa, é sempre complicado. Principalmente quando possui um outro oponente muito difícil de se lidar pela frente: a altitude. Com 2.850m em relação ao nível do mar, inteligência será o ponto principal para voltar ao Rio com mais 3 pontos na bagagem.

Através disso, o Flamengo irá precisar usar muitas vezes a experiência de seus jogadores no Equador. Porque será essencial que os atletas saibam o momento certo de acelerar a partida, cadenciar quando for preciso e ter sempre a posse da bola para não sentir o cansaço de uma forma tão rápida. Assim, o Mais Querido estará com uma ótima vantagem para voltar ao Rio com mais uma vitória.


2. Diego Ribas

Atuação de Diego é fundamental em Quito. | Wagner Meier/Getty Images
Atuação de Diego é fundamental em Quito. | Wagner Meier/Getty Images

O brasileiro é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores jogadores do Flamengo na temporada 2021. E esse é o segundo fator importante para o Rubro-Negro triunfar fora de casa. Como dito acima, o Flamengo irá precisar usar toda a inteligência e experiência de seus jogadores, e o Diego será o principal jogador a tornar isso possível com sua qualidade acima da média.

3. Concentração

Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol formam o ataque mais letal do Brasil. | Pool/Getty Images
Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol formam o ataque mais letal do Brasil. | Pool/Getty Images

Mesmo com a bela vitória diante do Unión La Calera - 4 a 1, no Maracanã - pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, o Flamengo em alguns momentos da partida perdeu o foco e sofreu algumas ameaças do adversário, que era bastante inferior. No entanto, com um poder ofensivo muito superior, conseguiu lidar bem com a situação e criou um placar elástico contra o time chileno.

Porém, dessa vez, é preciso ter 100% da concentração durante os 90 minutos para não dar brechas ao oponente, que é um time superior ao do Unión La Calera e muito mais experiente, além de enfrentar um outro adversário pela frente: a altitude.