3 - Apesar dos erros, Kleina afirma não ter intenção de mudar a Ponte Preta

6 - Rodriguinho lamenta suspensão, apesar de sua 'melhor partida'

ALEX SABINO E EDUARDO RODRIGUES

CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) - Gilson Kleina reconheceu que seu sistema de jogo não funcionou na primeira partida da decisão do Campeonato Paulista. Mas não pretende mudar. Ele afirma que no Itaquerão, no próximo domingo (7), a Ponte Preta vai jogar da mesma forma da derrota por 3 a 0 sofrida no Moisés Lucarelli. "Mas errando menos", fez questão de frisar.

"Não adianta ficar mudando muito. Não faz sentido. Não foi assim que chegamos à decisão do campeonato. Infelizmente, nada deu certo. Temos de levantar a cabeça e ir adiante", afirmou o treinador da equipe de Campinas.

Para ser campeã, a Ponte terá de vencer por quatro gols de diferença. Se ganhar pela diferença de três, a decisão será nos pênaltis.

Kleina reconhece que o nervosismo atrapalhou os jogadores em vários momentos da partida.

"Tem outro jogo, não tem? Então não vamos desistir. Na semana, vamos trabalhar para tentar reverter isso", disse Clayson, com a voz muito mais entusiasmada do que a de Kleina.

A Ponte Preta tenta conquistar o primeiro título de expressão de sua história. Até agora, foram cinco vices: 1970, 1977, 1979, 1981 e 2008.