27° no grid, Maurício torce para conseguir chegar à final com chances: "Chateado"

FERNANDO SILVA, FELIPE NORONHA

Ricardo Maurício entra para a rodada dupla de Goiânia neste domingo (24) como vice-líder do campeonato. Mas sabe que dificilmente sairá na mesma posição. Isso porque ele larga em 27°, ou penúltimo, na corrida 1 - enquanto seus principais rivais pelo título estão no bolo da frente.

O #90 não conseguiu sair de um Q1 com pista molhada para o primeiro grupo, do qual faz parte, e terá que buscar pontos ultrapassando durante toda a prova, enquanto Thiago Camilo, o terceiro na classificação, sai em 2°, e Daniel Serra, o líder, em 7°. Como lidar com isso?

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Ao GRANDE PRÊMIO, ele comentou: “Muito difícil. Largando lá atrás... Deixar as coisas acalmarem um pouco, pensar numa estratégia... Mas o Thiago e o Daniel estão largando na frente. Lógico que eles vão abrir no campeonato - com a situação deles, é muito provável que o Thiago vai me passar, se não acontecer nada com ele, tem grandes chances de ele me passar -, que eles não abram muito para eu chegar com alguma chance na última etapa", lamentou Maurício.

Ele tem 287 pontos, contra 281 de Camilo e 305 de Serra. Por mais que a final em Interlagos valha pontuação dobrada, ele sabe que será difícil não ver essa diferença ser mais complicada em três semanas. 

"Sei lá, às vezes inverte, eles podem ter algum problema... Fico chateado porque venho de duas corridas com vários problemas, nas duas últimas também classifiquei muito mal, não tinha pneu de chuva, não tinha pneu de seco... Em Cascavel fiquei com o carro traseiro na classificação. Na última corrida também, fui no escuro para a classificação, me classifiquei lá atrás."

"Perdi muita pontuação no campeonato por punições. Aqui na corrida de Goiânia deixei 12 pontos, cheguei em quarto e caí para 14º, e na última corrida perdi mais 4 pontos. No campeonato inteiro perdi 16 pontos só em punições. E a situação que está agora também não ajuda."

"É deixar as coisas esfriarem um pouco, pensar numa estratégia que consigo fazer, alguma coisa na pontuação", concluiu o triste vencedor da Corrida do Milhão e bicampeão da categoria. 

Maurício terá a chance de tentar diminuir o estrago a partir de 11h deste domingo. Às 12h02 começa a corrida 2. O GRANDE PRÊMIO cobre tudo 'in loco' com o repórter Felipe Noronha. Acompanhe aqui



Paddockast #42

QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM





Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também