Em 2016, Verdão tinha mesma campanha na Liberta e foi eliminado

O Palmeiras terá uma verdadeira decisão nesta quarta-feira, contra o Peñarol-URU. Quem analisa a tabela do Grupo 5 da Copa Libertadores pode não dar a devida importância ao confronto desta noite, uma vez que será ainda a terceira rodada da competição, no entanto, em 2016, o Verdão somava o mesmo número de pontos após duas rodadas e acabou caindo na fase de grupos do torneio sul-americano.

O Palmeiras iniciou a rodada como líder de seu grupo com quatro pontos ganhos (após empate contra Atlético Tucumán-ARG, e vitória sobre o Jorge Wilstermann), mas caiu para segundo depois da vitória do Jorge Wilstermann-BOL sobre o Atlético Tucumán-ARG na noite desta terça-feira. Em 2016, a situação era a mesma – o Verdão havia empatado com o River Plate-URU fora de casa, batido o Rosario Central-ARG no Palestra Itália e somava os mesmos quatro pontos.

Na sequência, porém, os tropeços como mandante e visitante contra o Nacional-URU fizeram o Alviverde chegar à penúltima rodada precisando bater o Rosario Central na Argentina. No entanto, o Verdão conseguiu apenas o e foi eliminado na sexta partida, apesar de golear o River Plate-URU na Arena.

“A gente sabe que esse ano é um ano diferente. Conseguimos pegar como exemplo o ano passado para não cometermos os mesmos erros, e eu acho que esse ano assimilamos de forma rápida as diferenças de disputar um Campeonato Paulista, o Brasileiro, e uma Libertadores. Na Libertadores você joga com um time de menor expressão, mas eles jogam de uma maneira diferente. O Palmeiras iniciou com essa mentalidade e isso nos ajudou em termos de vitória”, afirmou o veterano Zé Roberto.

Por isso, um triunfo contra o Peñarol-URU, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Palestra Itália, será fundamental para as pretensões palmeirenses de seguir na Copa Libertadores. Pelo outro jogo do grupo, Jorge Wilstermann-BOL e Atlético Tucumán-ARG se enfrentam terça-feira, às 19h30, na Bolivia.

Leia mais:

Felipe Melo se desculpa por polêmica: “Não vou dar tapa na cara”

Palmeiras lança camisa em alusão à “obsessão” pela Libertadores

Dudu está próximo de top 10 de artilheiros do Palmeiras no século

“Nosso objetivo não é jogar bonito, é conseguir as vitórias, porque isso te dá a chance de buscar o primeiro objetivo, que é a classificação. Na quarta-feira, temos na quarta-feira é buscar avançar na primeira colocação. Sabemos que será um jogo difícil, porque depois vamos jogar com eles fora. Então será importante ganhar”, concluiu.