2 - Zaga alternativa do Corinthians 'desafia' desempenho quase 100% da titular

DIEGO SALGADO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico Fábio Carille ainda não definiu com qual formação o Corinthians enfrentará a Ferroviária neste domingo (19), em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Paulista. É certo, porém, que o time alvinegro entrará em campo com uma zaga alternativa.

Balbuena, titular da equipe corintiana, recupera-se de um estiramento muscular na coxa direita e dará lugar a Pedro Henrique. Pablo, outro jogador que tem atuado entre os 11, deve atuar -se ele ficar fora, Léo Santos será escalado.

Seja qual for a formação, o Corinthians terá um desafio pela frente: manter o desempenho quase perfeito da dupla Balbuena e Pablo. Eles atuaram juntos em nove jogos e só sofreram dois gols (na derrota para o Santo André por 2 a 0).

Dessa forma, o Corinthians não foi vazado em oito jogos da temporada quando os dois estiveram lado a lado em campo, incluindo os clássicos com Palmeiras e Santos.

Quando um dos dois deixou a zaga, o time corintiano encontrou dificuldades. Contra o Mirassol, Balbuena deu lugar a Pedro Henrique. O Corinthians levou dois gols, mas venceu no jogo por 3 a 2, com gols dos dois zagueiros.

Diante da Ponte Preta, a defesa alvinegra foi formada por Balbuena e Pedro Henrique. E novamente acabou vazada -o jogo terminou empatado por 1 a 1. O gol do Corinthians foi marcado pelo zagueiro Léo Santos, que entrou no lugar do lesionado Balbuena.

Sem o paraguaio, Carille voltou a escalar o Corinthians com Pedro Henrique e Pablo na partida da última quinta-feira contra o Luverdense. O time alvinegro ficou no empate por 1 a 1, mas conseguiu a classificação para a quarta fase da Copa do Brasil.