2 - Seleção acredita que vitória contra Uruguai garante classificação

SÉRGIO RANGEL, ENVIADO ESPECIAL

MONTEVIDÉU, URUGUAI (FOLHAPRESS) - Uma vitória contra o Uruguai na noite desta quinta (23) será comemorada como a classificação antecipada para a Copa do Mundo pelos integrantes da comissão técnica e jogadores da seleção. O clássico começa às 20h, no Estádio Centenário.

Apesar de a equipe ainda não carimbar matematicamente o passaporte para o Mundial de 2018, a comissão técnica acredita que mais três pontos são o suficiente para chegar ao objetivo principal. Restam ainda cinco rodadas. O time comandado por Tite é líder das eliminatórias, com 27 pontos. Já os uruguaios estão em segundo, com 23 pontos.

"Temos que trabalhar em cima dessa pressão. A classificação é real, verdadeira, não está consolidada. Nosso trabalho nos deixou nessa condição e isso gera expectativa, a adrenalina sobe, e eu fico focado nesse momento", afirmou Tite, ao ser questionado sobre a pressão pela vaga no Estádio Centenário.

Se vencer em Montevidéu, o treinador vai superar o recorde de João Saldanha, que ganhou seis partidas consecutivas nas eliminatórias para a Copa de 1970.

Nesta edição do torneio, o Uruguai tem 100% de aproveitamento como mandante.

"Vai ser um jogo interessante. Queremos buscar a vitória e classificar", disse Renato Augusto.

Desde que o torneio começou a ser disputado pelo Brasil em formato de mata-mata, nunca um time que somou 30 pontos nas eliminatórias ficou de fora do Mundial.

"Independentemente do resultado, de quantos pontos precisamos para classificar, o pensamento é manter o padrão. Para poder continuar crescendo e atingir o ápice próximo da Copa. Temos que manter o padrão de jogo", acrescentou o ex-corintiano.

Na terça-feira (28), a seleção enfrenta o Paraguai, em São Paulo, no estádio do Corinthians, em Itaquera.