2 - No milésimo jogo de Buffon, Itália supera fumaça e segue na cola da Espanha

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Itália recebeu a Albânia em Palermo, no estádio Renzo Barbera, na tarde desta sexta-feira (24), e fez a alegria da torcida presente: com gols de De Rossi (de pênalti) e de Immobile, a seleção anfitriã assegurou vitória tranquila em jogo da quinta rodada do Grupo G das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

O duelo foi marcado por paralisação de quase 10 minutos no começo do segundo tempo, quando torcedores albaneses provocaram nuvem de fumaça ao acenderem sinalizadores e estourarem bombas. A visão dos atletas foi prejudicada e a arbitragem optou por interromper temporariamente o confronto.

Com o resultado, a Itália se mantém na vice-liderança da chave, empatada em 13 pontos com a Espanha, que leva a melhor no saldo de gols. A Espanha também venceu na rodada, 3 a 1 sobre Israel. A Albânia, por outra, é quarta colocada, estacionada em seis pontos.

A Itália voltará a campo na terça-feira (28), mas em amistoso contra a Holanda. Pelas Eliminatórias, só joga em 11 de junho, quando receberá Liechtenstein - na mesma data, a Albânia visitará Israel. Os italianos, no entanto, estão com o olhar uma rodada adiante: no dia 2 de setembro, pegarão a Espanha, fora de casa, e provavelmente terão de vencer para tirar a diferença sobre os rivais. Pelas regras da competição, o primeiro colocado do grupo leva vaga direto à Copa do Mundo e o segundo disputa repescagem.

O JOGO

Fora de casa, a seleção mais fraca do confronto não se intimidou frente ao adversário tetracampeão do mundo e, com 46 segundo de jogo, levou perigo ao gol de Buffon: Çikalleshi recebeu bola dentro da área, abriu espaço para chute e bateu cruzado, mas a bola passou raspando a trave esquerda da meta.

Meio-campista da seleção visitante, Memushaj jogou fora o bom início de jogo da Albânia. Em falta batida por Candreva, uma alçada de bola na área, o albanês puxou acintosamente Bellotti, atacante da Itália. Pênalti. De Rossi bateu firme, abriu a contagem e esfriou a equipe rival.

O goleiro albanês Strakosha, aos 15 e aos 19 minutos do segundo tempo, fez duas boas defesas para parar o ataque italiano, mais incisivo na metade final. Aos 25, no entanto, nada pode fazer para segurar cabeçada de Immobile, que aproveitou cruzamento da medida de Zappacosta. A testada, cruzada, entrou no canto esquerdo da meta, depois de bater na trave.

BOMBAS

Não é novidade em jogos da Albânia: os torcedores, sabe-se lá como, conseguiram entrar no estádio com bombas e sinalizadores. Quando De Rossi foi cobrar o pênalti, no primeiro tempo, dois sinalizadores foram atirados ao gramado, mas a arbitragem contornou a situação rapidamente. Na metade final, aos 12 minutos, a torcida visitante tornou a fazer fumaça, dessa vez também explodindo bombas, o que prejudicou a visão dos jogadores. A partida foi interrompida por quase 10 minutos. Os jogadores dos dois lados até voltaram aos vestiários.