2ª casa? Série do Santos no Pacaembu supera Vila e vira trunfo em decisão

Russel Dias

A Ponte Preta saiu na frente ao ter vencido o Santos por 1 a 0 no jogo de ida das quartas de final do Paulistão, mas é a própria Macaca que terá que desbancar o Peixe no jogo de volta, na segunda-feira, às 20h, por conta de um fator: o local do jogo.

No Pacaembu, o Alvinegro tem 100% de aproveitamento nos últimos 17 jogos, incluindo um amistoso. A série começou em 2014, quando a maioria dos jogadores sequer estavam no elenco santista.

Dos 17 jogos, só em quatro o Peixe venceu pelo placar mínimo, o suficiente para levar a decisão das quartas do Estadual para os pênaltis. No mais, vitória com folga no placar.

Na última vitória no Estádio Paulo Machado de Carvalho, no dia 12 de fevereiro, sobre o Red Bull, também de Campinas, o Santos chegou a levar o empate, mas venceu com gol no último minuto.

Na Vila Belmiro, o Peixe tem números nada animadores no Paulistão. Em seis jogos em casa, foram três vitórias e três derrotas, sendo duas em clássicos contra São Paulo e Palmeiras. O melhor desempenho no estadual foi longe do Alçapão: quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota.

- Temos total competência para reverter esse resultado no jogo de volta. O Thiago ainda está sem ritmo. Outros jogadores vão melhores, se recuperando. Até que todos se adaptem e consigam mostrar todas as condições vai um tempo. Você sempre acredita que no jogo seguinte você encontrará o caminho. Fizemos um grande jogo contra o Palmeiras e perdemos o jogo. O treinador tem que avaliar e analisar muito mais que um simples resultado - disse o técnico Dorival Júnior à TV Gazeta.

Uma classificação na segunda-feira e o termo segunda casa pode ser redefinido.











E MAIS: