18° em Marrakech, Massa vê carro da Venturi sem potência devida e espera evolução em Santiago

Redação GP
Grande Prêmio

A segunda corrida de Felipe Massa em sua carreira na Fórmula E não foi daquelas para se guardar com carinho: em Marrakech, neste sábado (12), ele ficou apenas em 18°, o último entre os que chegaram ao fim do eP vencido por Jérôme D'Ambrosio.

Após a etapa, ele comentou o que enxergou de problemas em seu carro da Venturi para que não conseguisse render mais: "Não conseguimos fazer as coisas trabalharem do jeito certo neste final de semana. Na corrida, não consegui gerar energia de forma eficiente e o carro não teve a potência que deveria. Perdi muitas posições por causa disso" analisou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Massa havia largado bem e ganhado posições no início do eP marroquino, mas nem vencer o FanBoost conseguiu ajudá-lo a terminar em melhor colocação após queda de rendimento do carro.

Felipe Massa (Foto: Venturi)

Agora, o brasileiro já mostra foco no eP de Santiago, a terceira etapa da temporada da FE: "Temos que trabalhar muito na análise de nossas fraquezas da corrida e desenvolver o carro para a próxima corrida."

"Estou confiante porque a equipe solucionou os problemas de confiabilidade que apresentamo em Ad Diriyah rapidamente. Agora eles têm que ver o que aconteceu de errado aqui. Estou ansioso para correr em Santiago, finalizou.

A terceira etapa ocorre ainda neste mês: o Chile recebe a FE no dia 26 de janeiro, em duas semanas. 

Leia também