De 14º ao acesso tranquilo: Enderson ajuda na mudança do Botafogo e é fundamental em campanha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Botafogo viveu um roteiro de cinema. Começou mal, foi desacreditado por praticamente todos que estavam ao redor mas, com o passar do tempo e a chegada de novas pessoas, encontrou o rumo e teve um final feliz. A vida imita a arte e Enderson Moreira tem grande parcela nisso: o treinador foi fundamental para colocar o Alvinegro de volta à Série A do Brasileirão.

+ Presidente diz que Botafogo 'nunca mais vai descer' e elogia ambiente: 'Todos os jogadores pedem pra ficar'

Vale lembrar: o Botafogo ocupava a 14ª colocação na classificação da Série B quando Enderson Moreira foi anunciado como treinador. À época, o Alvinegro passou mais de uma semana buscando Lisca, que escolheu o Vasco, e teve que 'se contentar' com a segunda opção. Deu certo.

A diferença para o primeiro time que estava no G4 era de 11 pontos quando Enderson chegou. A missão parecia quase impossível e o técnico chegou sob desconfiança da torcida e com trabalhos irregulares no currículo recente. Mas profissional e clube acharam um denominador comum capaz de levantar os dois - e, consequentemente, criar algo favorável para todos os envolvidos.

Enderson logo ganhou a confiança do grupo. Os jogadores, analisando em outra ótica, tinham noção de que o desempenho estava longe do ideal e compraram o discurso da nova comissão técnica "de primeira". Tanto ele quanto os auxiliares receberam o espaço necessário para falar, dar instruções e colocar o que fosse necessário visando a melhora do time.

Enderson Moreira e Joel Carli - Botafogo
Enderson Moreira e Joel Carli - Botafogo

Enderson abraça Joel Carli após o jogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Uma nova sinergia surgiu e foi perceptível para qualquer um em pouco tempo. Enderson ajudou a transformar o Botafogo e foi fundamental para esse 'recomeço'. Só sob o comando do treinador, o Alvinegro conseguiu 53 pontos na Série B - número que já seria suficiente para deixa-lo à frente de Náutico, Vasco e Cruzeiro, por exemplo.

Há defeitos, claro, como as atuações fora de casa. Mas algo que não possui um tamanho suficiente para ameaçar todo o brilhantismo que a campanha teve. Do drama ao acesso tranquilo, o Botafogo viveu uma esquete de filme com vários personagens felizes ao final: os torcedores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos