As 11 melhores contratações a custo zero na história do futebol

·4 minuto de leitura


Neste momento atual do mercado de transferências, marcado pela crise provocada pela pandemia de COVID-21, os clubes procuram melhores condições para contratar jogadores. Desta forma, atletas que rescindem o seu contrato podem assinar com novas equipes a custo zero. Foram os casos de Alaba no Real Madrid e Agüero no Barcelona. O tempo dirá se foram boas contratações, mas hoje queremos falar sobre aquelas que foram. Vamos dar uma olhada nas melhores transferências de custo zero da história do futebol.

11. Gullit - Chelsea

Ruud Gullit com a camisa do Chelsea | Getty Images/Getty Images
Ruud Gullit com a camisa do Chelsea | Getty Images/Getty Images

Gullit, depois de ter vencido tudo com a camisa do Milan, individualmente e coletivamente, foi para o Chelsea "de graça", onde foi jogador e, posteriormente, treinador, conquistando o amor e respeito da torcida.

10. Roberto Baggio - Brescia

Roberto Baggio com a camisa do Brescia | Claudio Villa/Getty Images
Roberto Baggio com a camisa do Brescia | Claudio Villa/Getty Images

Baggio conseguiu ir para Brescia "de graça", após sua passagem pela Internazionale. No ano 2000, quando ninguém apostava mais em seu futebol, conseguiu mostrar ainda um bom futebol e ótimas atuações pela equipe pela qual o craque italiano se aposentou.

9. Larsson - Barcelona

Larsson com a camisa do Barcelona | Etsuo Hara/Getty Images
Larsson com a camisa do Barcelona | Etsuo Hara/Getty Images

O atacante sueco foi contratado gratuitamente junto ao Celtic e foi uma das gratas surpresas daquela equipe blaugrana. Apesar de ser reserva, contribuiu com 20 gols em uma temporada e meia, na qual também conquistou por duas vezes o campeonato espanhol e uma UEFA Champions League.

8. Cássio - Corinthians

Cássio com a camisa do Corinthians | Pedro Vilela/Getty Images
Cássio com a camisa do Corinthians | Pedro Vilela/Getty Images

Um dos maiores jogadores da história do Corinthians veio "de graça". Cássio, após rescindir amigavelmente o contrato com o PSV da Holanda, chegou no Parque São Jorge com 25 anos de idade e já encantou a fiel torcida que não estava nada satisfeita com as atuações recentes de Júlio Cesar. Depois que o "gigante" assumiu a meta alvinegra, não saiu mais. Entre seus títulos mais expressivos estão a Libertadores de 2012 e o Mundial de Clubes de 2012.

7. Fred - Fluminense

Fred com a camisa do Fluminense em 2009 | Max Montecinos/Getty Images
Fred com a camisa do Fluminense em 2009 | Max Montecinos/Getty Images

Um dos maiores goleadores da história do Fluminense não quis renovar com o seu então clube na época, que era o Lyon. Mesmo após passar por várias lesões na época, a equipe francesa ainda queria renovar com o brasileiro embora ele não quisesse mais. Ao fim do contrato, o tricolor das laranjeiras fez a proposta e ganhou a disputa pelo jogador, que estava sendo cobiçado por Palmeiras e Cruzeiro. Os títulos nacionais de 2010 e 2012 marcaram a carreira do centroavante pelo Flu.

6. Filipe Luís - Flamengo

Filipe Luís na final do mundial de clubes com a camisa do Flamengo | Quality Sport Images/Getty Images
Filipe Luís na final do mundial de clubes com a camisa do Flamengo | Quality Sport Images/Getty Images

Após não renovar com o Atlético de Madrid, no ano de 2019, Filipe Luís decidiu dar ouvidos, não mais "sem compromisso" mas sim de forma séria a proposta do Flamengo. Ao ser contratado, o lateral que tinha vontade clara de permanecer na Europa, acabou se mostrando bem à vontade no clube carioca. Filipe fez parte de um dos melhores times da história do Flamengo, que era comandado pelo "mister" Jorge Jesus, marcado na história por ter sido campeão de praticamente tudo no ano de 2019.

5. Raúl - Schalke 04

Raúl contratado pelo Schalke 04 | Angel Martinez/Getty Images
Raúl contratado pelo Schalke 04 | Angel Martinez/Getty Images

Alguns já o viam como um jogador em fim de carreira, quando o Real Madrid não quis renovar seu contrato. Mas ele queria continuar mostrando que ainda tinha lenha pra queimar em ligas de alto nível. Desta forma, o atacante foi para a Bundesliga. Lá, com a camisa do Schalke 04, conseguiu chegar às semifinais da UEFA Champions League e a pode conquistar a Copa da Alemanha.

4. Pogba - Juventus

Pogba em campo com a camisa do Manchester United | Etsuo Hara/Getty Images
Pogba em campo com a camisa do Manchester United | Etsuo Hara/Getty Images

O meio-campista francês saiu "de graça", ainda jovem, para a equipe da Juventus. Na época, o craque era jogador do Manchester United. O mesmo United acabou "repatriando" o jogador, posteriormente, por 120 milhões de Euros. Portanto, para a "velha senhora", a assinatura foi lucrativa tanto esportivamente quanto economicamente.

3. Pirlo - Juventus

Andrea Pirlo em ação com a camisa da Juventus | Giuseppe Bellini/Getty Images
Andrea Pirlo em ação com a camisa da Juventus | Giuseppe Bellini/Getty Images

Enquanto alguns já o viam Pirlo como aposentado, após perder o finais pelo Milan, o maestro quis se vingar e partiu para a Juventus de graça. Seu intuito era levar o time de Turim ao topo do futebol italiano novamente. Nesta passagem, voltou a atuar bem a ponto de em 4 temporadas e ganhar 4 campeonatos italianos.

2. Luis Suárez - Atlético de Madrid

Luis Suárez com a camisa do Atlético Madrid | Soccrates Images/Getty Images
Luis Suárez com a camisa do Atlético Madrid | Soccrates Images/Getty Images

O caso de Suárez é mais recente que os outros, mas um dos mais lucrativos da história. O uruguaio deixou o Barça sem prestígio e foi recebido de braços abertos pela equipe de Simeone. Com sua chegada ao Atlético de Madrid, nesta temporada, o pistoleiro trouxe confiança à equipe e, com gols importantíssimos, conquistou um campeonato nacional.

1. Robert Lewandowski - Bayern de Munique

Lewandowski com a camisa do Bayern | Alexander Hassenstein/Getty Images
Lewandowski com a camisa do Bayern | Alexander Hassenstein/Getty Images

O polonês encerrou contrato com o Borussia e foi para o Bayern de graça, onde tem sido o melhor centro avante praticamente em todos os anos, desde que chegou. Pelos bávaros, Lewa ganhou uma UEFA Champions League e 7 campeonatos alemães.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos