100 jogos e maturidade: Sassá admite e deixa erros no passado para retorno

Vinícius Britto
Depois de completar marca histórica pelo Botafogo, atacante lembra do período afastado e se diz mudado: 'Muita gente depende de mim e não dava para eu seguir nessa loucura'

Depois de entrar bem nos dois últimos jogos - contra Estudiantes e Vasco - e completar 100 jogos pelo Botafogo, Sassá vai retomando seu espaço e prestígio dentro do clube. Afastado por indisciplina no começo desta temporada - que o deixou de fora das fases iniciais da Libertadores, o centroavante admitiu o erro na época e se disse mudado. Com a cabeça no lugar, ele espera sequência.

- Eu só queria que as coisas se resolvessem logo na época. Treinava e não sabia o que ia fazer. Agora estou feliz por voltar a jogar. Eu mesmo parei, tive uma conversa comigo mesmo e decidi que era a hora de colocar a cabeça no lugar. Muita gente depende de mim e não dava para ficar nessa loucura. Pensei assim: "Você é muito burro". As coisas vinham acontecendo. Não somos santo, mas precisa ter a cabeça no lugar - disse o atacante em coletiva. Ele lembra da idade - 23 anos - e da ascensão da sua carreira no meio da temporada passada:

- Coisa da idade. Fico seis meses sem jogar (cirurgia) e, do nada, volto e faço um montão de gol. Muita coisa acontecendo, então acho normal... as coisas que eu fazia, que não tinha tanto repercussão, quanto mais gol eu fazia mais mudava.

Agora, o centroavante busca recuperar a posição de titular. E a concorrência será grande. Roger tem sido a referência do time alvinegro no ataque, tendo marcado dois gols - Flamengo e Estudiantes - com a camisa do Botafogo.

- Me arrependo de poder estar mais a frente (disputa por posição) e não estar. Para mim, o momento que eu percebi foi quando aconteceu a situação da Libertadores (sua não inscrição). Ali, eu não esperava. Quando viajei para o Paraguai, voltei a sentir aquele clima e decidi que não dava para seguir vendo jogo na televisão. Resolvi botar a cabeça no lugar para voltar à ativa. E quero voltar a ser titular. Vou lutar pelo meu espaço - completa Sassá.

Sassá completou 100 jogos pelo Botafogo no clássico contra o Vasco, no último domingo. Atacante marcou 28 gols com a camisa alvinegra no período, sendo 14 deles no ano passado, quando terminou a temporada como artilheiro.









E MAIS: