10 jogadores que mudaram de clube como estrelas, mas falharam e tiveram que ‘voltar para casa’

·4 minuto de leitura

Idas e vindas. Os jogadores de futebol muitas vezes optam por “largar tudo” (idolatria, carinho da torcida, companheiros de vestiário etc.) onde estão e se aventurar em novas aventuras. Em muitos casos, esse passo além dá certo, e os futebolistas mantêm o sucesso. Em outros, no entanto, os atletas não se encaixam e acabam “pedindo” para voltar para onde se destacaram – o que pode acontecer, por exemplo, com Antoine Griezmann em breve.

Dito isto, veja 10 jogadores que mudaram de clubes como estrelas, mas que não deram certo e acabaram retornando para ‘casa’. Confira:

10. Leonardo Bonucci (Milan - Juventus)

Leonardo Bonucci não deu certo no Milan. | Marco Canoniero/Getty Images
Leonardo Bonucci não deu certo no Milan. | Marco Canoniero/Getty Images

Revelado pela Inter de Milão, Bonucci foi contratado pela Juventus e lá fez muito sucesso. Em alta em Turim, o zagueiro foi contratado pelo Milan, que desembolsou 42 milhões de euros para contratá-lo em 2017. Bom, ele não deu certo no San Siro e acabou voltando para a Velha Senhora no ano seguinte

9. Filipe Luís (Atlético de Madrid - Chelsea)

Filipe Luís não conseguiu manter o nível no Chelsea. | Soccrates Images/Getty Images
Filipe Luís não conseguiu manter o nível no Chelsea. | Soccrates Images/Getty Images

Após amadurecendo na América do Sul e na Europa, Filipe Luís se encontrou no Atlético de Madrid e encantou o Velho Continente. Neste cenário, o Chelsea entrou na jogada e o tirou do Wanda Metropolitano. A investida, porém, não deu muito certo, e o lateral voltou para a Espanha após uma curta passagem pela Inglaterra. Hoje, aos 35 anos, o defensor é um dos destaques do Flamengo.

8. Dmytro Chygrynskyi (Shakhtar Donetsk - Barcelona)

Dmytro Chygrynskyi ficou aquém das expectativas no Barcelona. | LLUIS GENE/Getty Images
Dmytro Chygrynskyi ficou aquém das expectativas no Barcelona. | LLUIS GENE/Getty Images

O Barcelona “enlouqueceu” e resolveu apostar na contratação de Dmytro Chygrynskyi. Promessa do Shakhtar Donetsk, o zagueiro custou caro, mas não correspondeu no Camp Nou e acabou voltando para a Ucrânia. Aos 34 anos, o defensor está livre no mercado.

7. Robinho (Santos - Europa/Ásia)

Robinho não alcançou o nível imaginado. | Friedemann Vogel/Getty Images
Robinho não alcançou o nível imaginado. | Friedemann Vogel/Getty Images

Robinho apareceu no Santos como o “novo Pelé” e isso fez com que todos os clubes do mundo o observassem. Porém, o “Rei das Pedaladas” nunca conseguiu atingir o nível esperado, seja no Real Madrid, no Manchester City ou em qualquer outro time da Europa ou da Ásia, e sempre acabava voltando para a Vila Belmiro.

6. Kaká (Milan - Real Madrid)

Kaká não fez sucesso no Real Madrid. | Marco Luzzani/Getty Images
Kaká não fez sucesso no Real Madrid. | Marco Luzzani/Getty Images

Último brasileiro a ser o “Melhor Jogador do Mundo”, Kaká construiu uma linda carreira no futebol. Após surgir bem no São Paulo, o meia-atacante foi para o Milan e lá se tornou um dos destaques do esporte. E isso, claro, chamou atenção do Real Madrid, que o contratou. Já no Santiago Bernabéu, o brasileiro não decolou e acabou voltando para o time milanista.

5. Nuri Şahin (Borussia Dortmund - Bayern de Munique)

Nuri Şahin precisou voltar ao Borussia Dortmund. | Boris Streubel/Getty Images
Nuri Şahin precisou voltar ao Borussia Dortmund. | Boris Streubel/Getty Images

O meio-campista Nuri Şahin aceitou o desafio e trocou o Borussia Dortmund pelo Real Madrid. Formado no BVB, o meia não resistiu aos holofotes do Santiago Bernabéu e acabou deixando o Signal Iduna Park para trás, o que não deu certo. Após muito tardar, ele voltou para a sua casa.

4. Fred (Fluminense - Minas Gerais)

Fred não entregou em Minas Gerais o mesmo que entregou ao Fluminense. | Pool/Getty Images
Fred não entregou em Minas Gerais o mesmo que entregou ao Fluminense. | Pool/Getty Images

Fred viveu os melhores momentos de sua carreira com a camisa do Fluminense. Entre 2009 e 2016, o camisa 9 se destacou no Brasil e foi até para a Seleção. Porém, após uma série de fatores, ele foi para futebol de Minas Gerais, onde defendeu o Atlético-MG e o Cruzeiro. Sem tanto brilho, o matador voltou para as Laranjeiras.

3. Mario Götze (Borussia Dortmund - Bayern de Munique)

Mario Götze deu sorte e foi acolhido pelo BVB. | Jörg Schüler/Getty Images
Mario Götze deu sorte e foi acolhido pelo BVB. | Jörg Schüler/Getty Images

Outro que deixou o Borussia Dortmund e se arrependeu: Mario Götze. Grande revelação do BVB, o meia-atacante pulou o muro e foi para o Bayern de Munique. Lá, porém, ele não engrenou e acabou ficando em segundo plano. No fim, ele decidiu voltar para os braços da nação amarela.

2. Felipe Anderson (Lazio - West Ham/Porto)

Felipe Anderson voltou para a Lazio. | Marco Rosi - SS Lazio/Getty Images
Felipe Anderson voltou para a Lazio. | Marco Rosi - SS Lazio/Getty Images

O meia-atacante Felipe Anderson surgiu no Santos, mas foi na Lazio onde mais se destacou. Entre 2013 e 2018, o brasileiro fez sucesso na Itália. Após esse período, ele decidiu mudar de ares e se perdeu, tendo acumulado passagens sem sucesso pelo West Ham e pelo Porto (empréstimo). Já este ano, o Menino da Vila retornou para a Lazio.

1. Romário (Flamengo - Valencia)

Romário não pensou duas vezes... | VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images
Romário não pensou duas vezes... | VANDERLEI ALMEIDA/Getty Images

Um dos maiores atacantes da história do futebol brasileiro, Romário fez sucesso em vários clubes do Brasil e do mundo. Porém, após sua primeira passagem pela Europa, o Baixinho viveu uma situação diferente: foi vendido pelo Flamengo ao Valencia, da Espanha, mas não deu certo e voltou ao Rubro-Negro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos