Única brasileira no card, Bethe Correia desabafa: "Todo homem precisa de uma mulher"

Bethe Correia foi ovacionada pelos fãs em Fortaleza - Marcel Alcântara

Quando entrar no octógono do UFC neste sábado (11) para enfrentar Marion Reneau, a brasileira Bethe Correia carregará a responsabilidade de ser protagonizar a única disputa feminina da noite. E aproveitando que o treino aberto ao público foi realizado nesta quarta, mesma data do ‘Dia das Mulheres’, a atleta desabafou.

Diante de cerca de mil torcedores que compareceram ao evento realizado em um shopping na cidade de Fortaleza, Bethe foi ovacionada ao subir no tatame e após demonstrar um pouco de suas habilidades de luta falou um pouco com os fãs e não deixou a data passar batida.

“Feliz dia das mulheres. É muito difícil ser mulher e eu estou aqui representando vocês. Todo homem precisa de uma mulher. A mulher é o brilho dos olhos dos homens”, afirmou enquanto era aplaudida pela multidão.

Escalada para encarar a americana Marion Reneau neste sábado, Bethe voltou a roubar a cena com o seu característico estilo agressivo também fora dos cages. Ao analisar a rival de 39 anos, a ‘Pitbull’ não deixou de provocá-la e lembrar que foi justamente a veterana que pediu pelo confronto.

“Ela ficou um tempão me provocando e me desafiando para uma luta. Agora a vovó do UFC ganhou o que queria. Porque ela tem 40 anos, então a responsabilidade é dela”, cutucou, novamente para delírio dos presentes.