Último Portugal x Marrocos teve Cristiano Ronaldo decisivo e português à la Gordon Banks

CR7 fez o gol da vitória de Portugal sobre Marrocos em 2018 (Foto: FADEL SENNA / AFP)


Portugal e Marrocos se enfrentam neste sábado (10) pelas quartas de final da Copa do Mundo do Qatar. O último encontro entre as duas seleções foi em 2018, na fase de grupos do Mundial disputado na Rússia, e os portugueses contaram com a estrela de Cristiano Ronaldo e uma atuação iluminada de Ruí Patrício para vencer o confronto por 1 a 0.

+ Artilheiros da Copa do Mundo 2022: veja lista de jogadores que marcaram

Após marcar um hat-trick na estreia em 2018, contra a Espanha, CR7 deu sequência a boa fase e precisou de quatro minutos para colocar a seleção portuguesa em vantagem contra os Leões do Atlas. Quatro anos depois, o cenário mudou para o astro português, que não é mais unanimidade em Portugal e perdeu a titularidade para Gonçalo Ramos, que anotou um hat-trick contra a Suíça.

+ Veja tabela e simule o mata-mata da Copa do Mundo

Outra figura de destaque para a seleção portuguesa no confronto contra Marrocos em 2018 foi o goleiro Ruí Patrício. Os africanos dominaram a partida e conseguiram 15 finalizações. Logo aos 12 minutos do primeiro tempo, o goleiro defendeu uma cabeçada de Belhanda, e o lance foi parecido com a ‘defesa do século’ feita por Gordon Banks contra Pelé na Copa de 1970.


No Qatar, Ruí Patrício é reserva e ‘passou o bastão’ para Diogo Costa, jovem de 23 anos que falhou na estreia, mas vem sendo figura importante na campanha da equipe portuguesa na competição.

Quem dirigia a seleção de Marrocos na Rússia era o francês Hervé Renard, técnico sensação no Qatar que conseguiu fazer a Arábia Saudita vencer a Argentina, protagonizando uma das maiores zebras da história das Copas.

O vencedor de Portugal e Marrocos vai enfrentar França ou Inglaterra na semifinal do Mundial. Os portugueses não ficam entre as quatro melhores seleções desde o Mundial de 2006, na Alemanha. Já os Leões do Atlas querem se tornar a primeira seleção africana a chegar até as semifinais de uma Copa.