​Último pênalti perdido pela Inglaterra na Eurocopa para Itália foi o primeiro de Saka como profissional

·1 minuto de leitura


Imagine a cena: você, um jogador de 19 anos, vai bater seu primeiro pênalti como jogador profissional em uma final de Eurocopa e a vida da seleção depende que a bola acerte o fundo das redes. Foi isto que aconteceu com Bukayo Saka, que perdeu a cobrança decisiva para a Inglaterra na final diante da campeã Itália, neste domingo, em Wembley.

A cobrança defendida por Gianluigi Donnarumma foi a primeira de Bukayo Saka desde que foi promovido para o futebol profissional, em 2019. Ele nunca havia cobrado pelo Arsenal, clube que defende.

Saka, que sempre foi bem visto nas categorias de base do Arsenal e atualmente é um dos destaques da equipe principal, tem pênaltis apenas por equipes sub-20: uma pelos Gunners e a outra vestindo a camisa da Inglaterra.

O inglês fez um gol em uma vitória do Arsenal sobre o Tottenham na Copa da Inglaterra Juvenil no dia 17 de janeiro de 2019, sua última cobrança na carreira. Antes, havia marcado pelo time sub-20 da Inglaterra em uma vitória sobre a França por 2 a 1 em um amistoso no dia 9 de outubro de 2018.

Desde que foi promovido ao time profissional do Arsenal, os Gunners tiveram duas disputas de pênalti - ambas contra o Liverpool, uma pela Copa da Liga e a outra na Supercopa. Bukayo Saka não participou de nenhuma. Durante o tempo normal, os batedores oficiais dos Gunners são Alexandre Lacazette ou Pierre-Emerick Aubameyang.

Ou seja, o responsável por fechar as cobranças da Inglaterra na final da Eurocopa tinha dois pênaltis convertidos na carreira - e todos por times de base. O atacante ainda não havia cobrado como profissional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos