Özil quer jogar na Turquia e nos EUA antes de se aposentar

·1 minuto de leitura
Mesut Ozil foi descartado pelo Arsenal

O meia alemão do Arsenal, Mesut Özil, que não joga pelo clube desde março, quer atuar no futebol turco e americano antes de se aposentar, disse ele em entrevista via Twitter.

Seis meses após o término do contrato com o time londrino, o campeão mundial de 2014, de 32 anos, passou por uma sessão de perguntas e respostas na rede social.

"É claro que vou continuar, há dois países onde eu gostaria de jogar antes de me aposentar: Turquia e Estados Unidos", disse ele.

"Se eu for para a Turquia, só poderia ser no Fenerbahçe", disse ele sobre o clube de Istambul, do qual era torcedor durante sua infância na Alemanha, onde este filho de pais turcos nasceu.

"Todo alemão-turco torce para um time turco quando cresce na Alemanha", disse ele.

"E o meu time era o Fenerbahçe. O Fenerbahçe é como o Real Madrid na Espanha, é o maior clube do país", acrescentou o meia que jogou na equipe madrilenha de 2010 a 2013.

Descartado pelo Arsenal, que nem mesmo o incluiu em sua lista de jogadores para a disputa da Liga Europa, apesar de ser o mais bem pago do elenco (468 mil dólares por semana), Ozil disse que "nunca" se arrependeu de assinar pelo clube inglês.

"Gostei muito deste período e acho que estávamos no caminho certo, mas infelizmente depois da interrupção as coisas mudaram", disse ele sobre a paralisação nas competições devido à pandemia.

jw-hap/pm/mcd/aam