Özil diz que se sente perseguido: 'Sempre me apontam como culpado'

Sondado por outros clubes da Europa, meia alemão reclamou das críticas sofrida por ele no Arsenal

Mesut Özil se mostrou bastante insatisfeito com o momento que vive no Arsenal e as críticas que vem recebendo recentemente. Segundo o alemão, sempre que os críticos precisam apontar culpados, ele é o primeiro a ser mencionado.

- As pessoas sabem o que eu já consegui. Que eu sou um vencedor de Copa do Mundo, joguei pelo Real Madrid, marquei 20 gols na última temporada (somando todas as competições). Quando a equipe está em um mau momento, alguém precisa ser apontado como culpado. Infelizmente, na maioria das vezes, sou eu - disse ao "Daily Mirror".

O futuro do meia de 28 anos nos Gunners ainda é incerto. Ele tem contrato até o final da próxima temporada e, segundo a imprensa inglesa, a diretoria pretende começar a negociar a renovação após definir o destino de Arsene Wenger.

Outros clubes da Europa acompanham a situação de Özil. Na Inglaterra, Manchester United e Chelsea tem interesse nele. Além disso, o Bayern de Munique também pode entrar na briga caso o Arsenal não consiga fechar sua negociação.





E MAIS: