Ônibus do Santos é penhorado por dívida com produtora de vídeo polêmico

·1 minuto de leitura


O ônibus do Santos foi penhorado nos últimos dias na Vila Belmiro por um oficial de justiça para garantir a quitação de uma dívida de R$ 81 mil com a empresa Red Vision, responsável pela produção de um documentário sobre o clube no final do ano passado. O Peixe não quitou as parcelas com a chegada da nova diretoria e gerou o processo.

O ônibus penhorado é da marca Scania, modelo M Polo Parad GVR, ano de fabricação 2000, cor branca e avaliado em R$ 90 mil. A informação foi publicada primeiramente pela UOL Esporte.

O Santos contesta o pagamento para a empresa, contratada na gestão de transição do ex-presidente Orlando Rollo na véspera da eleição do ano passado. O ônibus foi oferecido como garantia para poder discutir o mérito do processo, mas que o veículo segue com o clube.

O Santos afirmou à Justiça que o material traz imagem de um país asiático, além de vídeos de gols de fácil acesso na internet e com erros de digitação. O clube solicitou a extinção da execução aberta pela Red Vision. O acordo de R$ 220 mil, assinado por Orlando Rollo, teve entrada de R$ 50 mil paga dois dias antes da eleição presidencial. Outra discussão é sobre o valor total do contrato, com multa de R$ 30 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos