Índio Ramírez comemora momento no América-MG e declara: ‘Tenho muito mais para dar de mim’

Sob o comando de Vagner Mancini, Ramírez tenta recuperar melhor momento da carreira - (Mourão Panda/América-MG)


Nessa terça-feira, 10 de maio, na Arena Independência, em Belo Horizonte, o América-MG bateu o CSA por 2 a 0, pela terceira fase da Copa do Brasil. Com o resultado, a equipe alviverde se classificou às oitavas de final da competição, e, agora, aguarda adversário, que será conhecido através de sorteio.

Autor do primeiro gol do jogo, o meio-campista Índio Ramírez concedeu, nesta tarde, entrevista coletiva, no CT Lanna Drummond. O jogador celebrou o momento vivido, pela equipe e individualmente. No entanto, Índio, que vem ganhando a confiança de Vagner Mancini, reconheceu que ainda faltam condicionamento e ritmo de jogo, para que ele possa atingir seu melhor desempenho.

“Ainda falta, ainda falta um pouco (para alcançar o melhor nível individual). Estou voltando aos poucos, estou pegando o ritmo de jogo, que é muito importante. No ano passado, não tive essa sequência de jogo.”, declarou.

Em seguida, o jogador relembrou um momento difícil da carreira, na temporada passada, quando atuava pelo Bahia e sofreu uma grave lesão ligamentar no joelho esquerdo, que o tirou de combate. Ramírez revelou que, naquele momento não teve condição de atingir sua melhor fase, mas prometeu entregar tudo no time mineiro.

“No Bahia foi muito complicado, estávamos brigando para não cair, eu estava voltando e tendo pouca minutagem. Aqui no América estou voltando aos poucos e tenho muito mais para dar de mim.”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos