Índia retomará sua candidatura aos Jogos Olímpicos de 2032 após crise do coronavírus

AFP
O chefe do Comitê Olímpico Indiano, Narinder Batra, em um evento em Nova Délhi em fevereiro de 2018
O chefe do Comitê Olímpico Indiano, Narinder Batra, em um evento em Nova Délhi em fevereiro de 2018

A Índia vai relançar sua campanha para sediar as Olimpíadas de 2032 após a pandemia do novo coronavírus, prometeu seu líder do comitê olímpico, Narinder Batra, em uma entrevista à AFP.

"Somos sérios e estamos determinados a organizar os Jogos da Juventude em 2026 e os Jogos Olímpicos em 2032", disse ele.

A Índia, organizadora dos Jogos da Commonwealth em 2010, já manifestou interesse nesses dois eventos perante o Comitê Olímpico Internacional (COI).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nos Jogos de 2032, poderia competir contra Queensland (Austrália), Xangai (China) e uma eventual proposta conjunta das duas Coreias.

Para os Jogos da Juventude de 2026, terá que disputar com Tailândia, Rússia e Colômbia.

"A candidatura é um projeto de longo prazo que não avançará até dezembro", disse Batra, presidente da Federação Internacional de Hóquei em Campo, referindo-se à pandemia de coronavírus.

Leia também