Ídolos do Santos relembram goleada diante do Racing (ARG), em 1962


Neste domingo, a TV Gazeta reapresentou o especial “Pelé – O Maior Ataque do Mundo”, produzido pela emissora em 2008. Reunidos, todos os integrantes do quinteto que abrilhantou o futebol na década de 60, relembraram a goleada por 8 a 3 aplicada pelo Santos sobre o Racing, campeão argentino à época, em excursão realizada na Argentina em 1962.

As equipes se enfrentaram no dia 3 de fevereiro daquele ano, seis meses antes do Peixe conquistar a sua primeira Libertadores, na abertura Torneio Triangular, em Buenos Aires, que também contou com o River Plate (ARG).

O time não tomou conhecimento dos argentinos e abriu 3 a 0 logo nos primeiros 11 minutos de jogo, com dois gols de Coutinho e um de Pelé. O Racing ainda diminuiu aos 40 da etapa inicial, mas o Alvinegro Praiano virou o primeiro tempo vencendo por 4 a 1.




Para Mengálvio, o que ficou marcado naquela partida foi a cobrança de Pelé para que ele lançasse uma bola longa contra três adversários.

– Nunca vou esquecer um lance que ficou gravado na minha mente, contra o Racing, na Argentina. Eu peguei uma bola pelo lado esquerdo e saí jogando. Mas, nesse lance o Negão (Pelé) parecia que tinha pego uma megafone e veio com três com ele e gritou pra eu jogar a bola na frente, Mas deu um grito que se eu não jogasse aquela bola na frente eu nem sabia que aconteceria – contou Menga.

No entanto, no início do segundo tempo os azuis encostaram no placar com dois gols de Cardenas nos primeiros cinco minutos da etapa final. Com 4 a 3 a favor, o placar ficou ameaçado, mas a dupla Pepe e Coutinho lembram-se com bom humor como, literalmente, driblaram a adversidade naquele episódio.

Esse jogo estava 3 a 0 pra gente, o Racing quase empatou e a gente fez 8 a 3 – disse Pepe.

Mas, não estava 3 a 0 pra gente? Eles poderiam ter ficado quietos. Foram mexer com a gente… - completou Coutinho, falecido no ano passado.

E foi justamente a dupla responsável pela avalanche de gols santistas. Pepe foi autor de três, aos nove, 34 e 43 minutos, já Coutinho, que já tinha marcado duas vezes no primeiro tempo, fez mais um, aos 11. Final: Racing 3 x 8 Santos.

Embora o Peixe tenha sido derrotado pelo River Plate (ARG) na segunda partida e perdido o torneio, aquela goleada sobre o Racing, em 1962, foi a maior do Santos sobre um clube argentino na história.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também