Ídolo no Villarreal, Marcos Senna se derrete por Iniesta e tridente MSN

No próximo sábado, o Barcelona recebe o Villarreal no Camp Nou precisando vencer para se manter na briga pelo título espanhol. Ídolo do Submarino Amarelo, o brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna falou sobre o difícil jogo contra os catalães fora de casa, sobre o tridente ofensivo do Barça e ainda demonstrou sua admiração por Andrés Iniesta, lenda espanhola e do time blaugrana.

“Tenho uma grande lista, mas Iniesta é meu jogador favorito. Para mim ele tem que jogar com uma perna, mesmo que se arrastasse. É um fenômeno. Como ele toca na bola, por sua classe e pela pessoa que é. Tomara que siga muitos anos. Eu o vejo forte e não pensaria agora em deixar a competição máxima. Tem que estar jogando em alto nível até a Copa da Rússia”, afirmou o ex-jogador em entrevista ao jornal Mundo Deportivo.

Com curta passagem pelo futebol brasileiro, destacando uma passagem de duas temporadas no Corinthians entre 1999 e 2000, Marcos Senna jogou onze temporadas no Villarreal antes de se mudar para a MLS, onde encerrou sua carreira no New York Cosmos em 2015.

“São três jogadores que dão respeito, mais que outros atacantes. Eles não dão medo, mas sim muito respeito, porque um é um matador (Suárez), o outro é o número 1 (Messi) e o outro é uma flecha (Neymar). Eles são capazes de mudar uma partida em qualquer momento, tem uma qualidade descomunal”, analisou.

Relembrando a dificuldade de conquistar resultados dentro do estádio do Barça, Senna não escolheu um favorito entre Real Madrid e Barcelona para ganhar o Campeonato Espanhol. Para seu Villarreal, o hispano-brasileiro acredita em uma vaga na Liga Europa. “Eu não desisti (da Liga dos Campeões), mas é preciso ter os pés no chão e somos conscientes de que está muito complicado”, disse.

Com 63 pontos, a equipe aparece na quinta posição, primeira na zona de classificação para a competição continental, um ponto à frente do Bilbao, sexto colocado, e cinco atrás do Sevilla, primeiro na zona para a Liga dos Campeões, com três rodadas a serem disputadas.