Íbis joga pelo acesso e presidente detalha mudanças que permitem o sonho de estar entre os grandes

·8 min de leitura


O Íbis Sport Club, famoso no mundo inteiro como o ‘Pior Time do Mundo’, tem motivos para comemorar e deixar esse rótulo apenas para as brincadeiras dos milhares de fãs, torcedores ou não, que interagem com o 'Pássaro Preto' de Pernambuco pelas redes sociais. Isso porque o clube só depende das próprias forças pra voltar à elite do campeonato estadual, em 2022, e ainda completa 86 anos de história na próxima segunda-feira, dia 15.

O Íbis precisa de um empate com o Petrolina, fora de casa, neste domingo às 15h, para garantir o acesso. O jogo é de ‘vida ou morte’, já que em caso de vitória do adversário, o Pássaro Preto ficará novamente 'no quase'. O clube não disputa a elite do estadual desde o ano 2000. A excelente campanha desse ano contou com um elemento a mais para o Íbis, com a chegada da empresa Betsson, a patrocinadora master, que proporcionou a maior injeção financeira da história do clube. O LANCE contou a história com exclusividade em junho.

Íbis Sport Clube
Íbis Sport Clube

Elenco do Íbis; presidente Ozir é o primeiro, da esquerda para a direita, na primeira fila (Michael Fotógrafo / Íbis Sport Clube)

Em nova entrevista ao L!, durante a preparação para o jogo decisivo, o presidente do clube, Ozir Ramos Jr., garantiu que a conjunção dos fatores classificação e aniversário deve proporcionar uma grande festa em Paulista, cidade litorânea que fica a cerca de 20km da capital Recife.

- Será um presentão e um festão que eu vou fazer para o pessoal. Eu não gosto de programar porque a gente não tem a certeza de que vai subir, mas, dentro do contexto, quando chegarmos aqui vou procurar fazer um festão. E por sinal é feriado, e nós vamos fazer uma programação para comemorar tanto o acesso quanto o aniversário do clube.

Presidente do Íbis
Presidente do Íbis

Presidente assina contrato com a Betsson; patrocínio permitiu voos mais altos ao Pássaro Preto (Foto: Caio Guatelli)

O presidente falou sobre a diferença estrutural feita pelo aporte financeiro do patrocinador, que possibilitou uma ‘luta de igual para igual’ com outros times do estado que têm patrocínio ou são bancados por empresários. Inclusive, esse incentivo refletiu também nas divisões de base e na equipe feminina.

- (O aporte) foi o suficiente para chegarmos à final da competição. Poderia ser melhor, poderia não ser, mas foi o suficiente. A gente trabalhou em cima desse percentual. Foi o suficiente. (...) Se você vê aí de uns anos até hoje que nós participamos (da Série A2), nós estávamos sempre entre os quatro primeiros, batendo sempre na trave. E nós estávamos sempre entre os quatro finalistas. Com a ajuda da Betsson, o cenário mudou muito – disse.

- O que eu não fazia ano passado, no ano retrasado, esse ano eu procurei fazer em prol do clube. E graças a Deus teve isso. Hoje, todas as fases – da primeira para a segunda, e a terceira – nós chegamos com gordura. E chegamos na final também com gordura porque é 'só' arrancar o empate. E eu tenho certeza de que o próximo ano vai ser melhor. Não só no profissional como nas divisões de base que hoje está bombando aqui, o sub-13 vai para a final também, o sub-17 classificou para a próxima fase. Então nosso trabalho de base também é coroado de êxitos. Além do feminino, e graças a Betsson – completou.

Ozir Ramos Jr. destacou, por exemplo, que com o dinheiro o time pode fazer concentração antes de todos os jogos, sem falar no fato de que antes os atletas jogavam apenas pelo amor ao futebol e a possibilidade de ser visto atuando em um time de repercussão nas mídias. Agora, tendo o ‘suficiente’ para a A2, o cartola entende o tamanho da responsabilidade e afirma que os jogadores estão unidos pelo acesso.

- O patrocínio, eu costumo dizer muitas vezes, é para o clube. Não é para mim, particular, ou para o vice-presidente, é para o clube. Alguns jogadores que foram do ano passado e do ano retrasado estão vendo a diferença. Nós concentramos em todos os jogos, nós fizemos folha de pagamento, e eu nunca tive uma folha de pagamento. Essas são as possibilidades que o nosso patrocínio está nos proporcionando. (...) Tenho certeza de que o pessoal está consciente da responsabilidade. A gente está unido, o grupo está coeso, está pensando no melhor, né? Aí, só quem tem condições ou não de subir é Papai do Céu (que dirá).

Íbis Sport Clube
Íbis Sport Clube

Íbis só depende de um empate para chegar à elite (Foto: Michael Fotógrafo / Íbis Sport Clube)

Se não perder, o Íbis alcança o objetivo sonhado pelo presidente Ozir na entrevista em junho. Na ocasião, ele chorou ao lembrar do pai, que foi mandatário do Pássaro Preto, e jurou colocar o Íbis na elite pernambucana. Porém, mais difícil do que chegar, é permanecer, e o experiente cartola sabe muito bem disso e não terá muito tempo para pensar, tendo em vista que a elite já inicia em janeiro.

- A Série A1 do Campeonato Pernambucano começa em janeiro. Então (em caso de classificação) nós vamos dar uma pausa, uma folga de 15 dias para os atletas, e 1º de dezembro estamos de volta aos treinamentos. E eu tenho certeza de que para o ano que vem, com o Íbis na A1, vamos tentar nos manter na elite - completou

ÍBIS, O REI DA ZOEIRA
Felicidade no campo, ‘mágoa’ na internet. Claro, tudo sempre na base da brincadeira. As redes sociais do Íbis sempre estimularam a zoeira com outros clubes e a si próprio. Gerenciada há 10 anos pelo publicitário e jornalista Nilsinho Filho – que já foi até mascote do Pássaro Preto - as redes sociais do Íbis alcançaram patamares inimagináveis para um clube que não figura entre os de torcida de massa no país.

Íbis Sport Clube
Íbis Sport Clube

Com o microfone, Nilsinho é social media e comanda as redes sociais do Íbis há 10 anos; antes, foi até mascote (Foto: Michael Fotógrafo / Íbis Sport Clube)

Entre junho e dezembro de 2020, o Íbis foi avaliado como o quarto clube com maior engajamento no Twitter no mundo. Sim, no mundo. De uma forma geral, o Pássaro Preto faz inveja a muito time de massa, sendo o 29º no ranking de clubes mais seguidos do Brasil.

- Sobre as redes sociais do Íbis, faço esse trabalho sozinho há vários anos. Através dele, o clube foi fazendo sucesso pelo bom humor nas publicações e acabou trazendo os patrocínios para o clube. Como o recente da Betsson, casa de apostas e fantasy game. Entre outros anúncios que já foram feitos. Como do filme Esquadrão Suicida recentemente, Hoteis.com ano passado, entre outras marcas – relembra o social media do clube.

O presidente Ozir Ramos Jr. reconheceu o importante papel das redes sociais para difusão da marca Íbis e na busca de patrocínios e agradeceu os seguidores que frequentam as páginas do clube ‘cobrando a volta das derrotas’. Segundo Ozir, no entanto, a fama de pior do mundo ficará só na internet.

- Eu só tenho a agradecer a esses torcedores, agradecer a minha mídia social, ao meu IbisMania, que hoje nós somos o quarto clube do mundo em interatividade, na frente de muitos times como Barcelona e outros desse nível. Então só tenho a agradecer a esses torcedores, porque faz parte da nossa vida, mas faz parte do marketing, não faz parte do campo. Isso faz parte da brincadeira que o Íbis tem, que é conhecido no mundo inteiro por causa disso. Mas agradecer a eles por interagir. Graças a eles que eu estou nessa situação, graças a eles que a Betsson chegou, sem eles não teria a Betsson hoje.

Íbis Sport Clube
Íbis Sport Clube

O Íbis se acostumou a vencer nessa série A2 e tudo foi mostrado nas mídias do clube (Foto: Michael Fotógrafo / Íbis Sport Clube)

Se depender de Nilsinho Filho, a zoeira não vai parar, já que essa interação é o motor para o crescimento digital do Pássaro Preto. Com o humor irônico já conhecido pelas redes sociais, o social media do clube ainda agradeceu os seguidores e aproveitou para ‘cutucar’ as torcidas de Cruzeiro e Vasco, dois grandes clubes brasileiros que permanecerão na Série B após uma campanha abaixo das expectativas nesses ano.

- Eu sempre busquei isso nas redes sociais do clube. O conteúdo sempre foi voltado para esse tipo de comentário. O engajamento é muito positivo. E o clube alcançando o acesso, vai ser melhor ainda. Eu sei que no fundo, todo torcedor ou seguidor do Íbis nas redes sociais quer ver o clube disputando grandes jogos. Já pensou se joga Íbis x Sport, Santa Cruz ou Náutico e novamente vencer esses times? Seria sensacional. A internet vai explodir e o engajamento também – iniciou.

- Eu gostaria de agradecer aos torcedores e seguidores do Pior Time do Mundo. Por mais que o Íbis esteja nessa sequência "vencedora", ele é o pioneiro do recorde mundial. E todos vocês que acompanham o clube poderão ver o time jogando contra grandes times e quem sabe um dia contra o Vasco da Gama ou o Cruzeiro. Seria um sonho ganhar desses times. Atualmente estamos melhores. Continuem nos seguindo e chamem os amigos para seguir as redes sociais do Íbis – afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos