Éverson diz ser favorável a redução salarial aos atletas do Santos

Fábio Lázaro*
LANCE!


Há 42 dias sem entrar em campo e com repasse do direito de transmissão do Campeonato Brasileiro suspenso, a diretoria do Santos optou por reduzir 30% do salário dos jogadores em abril. No Peixe há dois anos, o goleiro Éverson se posicionou favoravelmente a medida.

– O clube não são só os jogadores, tem vários funcionários. É importante pensar no ser humano, ajudar o pessoal que está no dia a dia, sempre deixando o clube preparado, os gramados, as tias da cozinha, as tias da limpeza – disse em entrevista a Rádio Globo, nesta sexta-feira.

A informação da redução salarial foi inicialmente publicada pelo “UOL” e confirmada pelo LANCE!.

Embora apoie a diminuição dos salários durante o período de pandemia do novo coronavírus, o atleta afirma que há o comprometimento da cúpula santista em acertar os valores, após a finalização do surto.

– A gente teve uma reunião entre nós, jogadores, e membros da diretoria. Entremos num consenso e a gente aceitou da melhor maneira possível uma negociação para que pudéssemos abrir mão de uma parte do nosso salário e a outra parte eles pudessem acertar com a gente depois que acabasse essa pandemia – afirmou.

O retorno das atividades do Peixe está previsto daqui há nove dias, em 4 de maio. O clube se prepara para adequar aos trabalhos as normas de segurança e tem preparado um protocolo para a volta dos treinamentos.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também