Éder afirma que não tem explicação para a melhora do América-MG após a chegada de Vagner Mancini

·1 min de leitura


O América-MG foi eliminado das semifinais do Campeonato Mineiro e do Troféu Inconfidência, torneio pós-temporada do Estadual em Minas, começou mal o Brasileiro e a Libertadores. O time estava com um futebol instável, o que culminou na demissão do técnico Marquinhos Santos.

O Coelho foi buscar Vagner Mancini de volta, que havia deixado o clube cinco meses antes para tentar salvar o Grêmio do rebaixamento na Série A. Não conseguiu e foi demitido recentemente do Tricolor Gaúcho.

Então, com o novo velho comandante a equipe reagiu. Empatou com o Galo na Libertadores, sendo que poderia ter vencido não fosse o erro da arbitragem em confirmar o gol impedido de Ademir, goleou o Juventude e o CSA, no Brasileiro e Copa do Brasil respectivamente, ficando perto da vaga nas oitavas de final do mata-mata.

O que explica a melhora repentina do Coelho? A chegada de Mancini? Nem o elenco sabe. Pelo menos é o que diz o zagueiro Éder. Ele revelou que não sabe dizer o que mudou no time para melhor. Em três jogos com Mancini, o Coelho levou apenas um gol e marcou oito. Veja o que o defensor disse no vídeo acima sobre essa situação boa, mas “estranha”.

Éder não conseguiu revelar o "mistério" da melhora do Coelho com a chegada de Mancini e saída de Marquinhos Santos
Éder não conseguiu revelar o "mistério" da melhora do Coelho com a chegada de Mancini e saída de Marquinhos Santos

Éder não conseguiu revelar o "mistério" da melhora do Coelho com a chegada de Mancini e saída de Marquinhos Santos-(Mourão Panda/América-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos