'É preciso respeitar a vontade do jogador', diz diretor do Bayern sobre possível saída de Alaba

LANCE!
·1 minuto de leitura


A poucos meses do fim do contrato com o Bayern de Munique, o austríaco David Alaba não deve permanecer no clube bávaro para a próxima temporada. Após o jornal "Marca" divulgar que o atleta tem um pré-contrato com o Real Madrid, o diretor executivo da equipe alemã, Karl-Heinz Rummenigge, disse que é preciso respeitar a decisão do jogador.

+ Veja a tabela da Bundesliga


- Não existe nada decidido, mas as probabilidades de que ele (Alaba) abandone o clube são de 99,9%. Depois de 12 anos no Bayern de Munique, tomou a decisão de experimentar algo novo. É preciso respeitar a vontade do jogador. O Real Madrid é um grande clube e, mesmo que não tenha tido muito êxito nos últimos anos, continua a atrair muitos atletas - disse Rummenigge à "Sky Sports".

+ IFFHS faz seleção da década e não coloca Neymar; veja o time ideal montado

O ex-jogador e ídolo do Bayern também disse que o clube espanhol não entrou em contato com a direção bávara, mas reconheceu que não era necessário por conta da proximidade do fim do vínculo.

- Não fizeram contato, mas também não percebo porque iriam fazer. O Alaba pode assinar com quem quiser desde o dia 1º de janeiro, é assim que funciona.