Grêmio estreia na Libertadores contra o Zamora, que nunca venceu brasileiros

Caracas, 8 mar (EFE).- O Grêmio, que inicia mais uma trajetória na Taça Libertadores nesta quinta-feira, contra o Zamora, na Venezuela, terá pela frente um rival que sempre perdeu quando enfrentou times brasileiros na competição continental.

Em 2012, ao disputar o torneio pela primeira vez, a equipe venezuelana perdeu para o Fluminense por 1 a 0 no Rio de Janeiro e pelo mesmo placar em Barinas, palco da próxima partida. Já em 2014, o Zamora foi vítima do Atlético-MG com placares idênticos.

Diante desse retrospecto negativo, o time da casa espera conseguir mudar a história contra o terceiro rival brasileiro na Libertadores.

"Vamos enfrentar uma equipe que tem jogadores rápidos, mas temos jogadores importantes que dão tranquilidade para qualquer tipo de sistema", disse o técnico Francesco Stifano, em comunicado.

O Zamora chega à partida, válida pela primeira rodada do grupo 8, com uma semana de descanso após vencer por 1 a 0 modesto Estudiantes de Mérida pelo Campeonato Venezuelano. Destaques no último jogo, o volante Reimond Manco e o atacante Ricardo Clarke, devem começar como titulares.

No caso do Grêmio, o técnico Renato Gaúcho não poderá contar com os lesionados Pedro Geromel, fraturou a costela no clássico com o Internacional, e Maicon, que sentiu dores no tornozelo direito e foi descartado de última hora.

No entanto, o treinador acredita tem "um grupo forte" e jogadores com experiência para preencher os espaços deixados pelos problemas das lesões, embora tenha se queixado pela falta de defensores.

"Geromel e Maicon são jogadores respeitados pela torcida e pelo adversário, mas acredito em todos os que estarão no campo (contra o Zamora)", disse em entrevista coletiva.

Rafael Thyere pode ocupar o lugar de Geromel na zaga, enquanto Michel deve ser o escolhido por Renato Gaúcho para substituir Maicon como volante.

"Temos cinco ou seis jogadores que conquistaram o título da Copa do Brasil no ano passado que estarão fora da partida de estreia na Libertadores. Ou seja, estamos com apenas 45% da equipe com o qual terminamos a temporada passada", lamentou o técnico.

.

Prováveis escalações:

Zamora: Salazar; Faría, Flores, Filipetto, Ovalle; Vargas, Melo, Manco, Clarke; Mendoza e Martínez. Técnico: Francesco Stifano.

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Jailson, Ramiro e Bolaños; Pedro Rocha (Lucas Barrios) e Luan. Técnico: Renato Gaúcho.

Árbitro: Darío Herrera (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Hernan Maidana e Cristian Navarro.

Estádio: Agustín Tovar, em Barinas (Venezuela). EFE