Áustria é 1º país europeu a aprovar vacina obrigatória contra a Covid para maiores de 18 anos

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Áustria se tornou nesta quinta-feira (20) o primeiro país da União Europeia a impor a vacinação obrigatória contra a Covid para maiores de 18 anos, como uma forma de tentar conter a propagação da pandemia. A lei, que conta com oposição relevante na população, foi aprovada pelo Parlamento por 137 votos a favor e 33 contra.

Ainda é necessário que a medida seja aprovada pela câmara alta e assinada pelo premiê, mas esses passos são considerados formalidades, segundo a agência Reuters. A obrigatoriedade entrará em vigor em 1º de fevereiro. "A vacinação é a oportunidade para que nossa sociedade conquiste uma liberdade sustentável e contínua, sem que o vírus nos limite", disse o primeiro-ministro Karl Nehammer.

O texto, anunciado em novembro para impulsionar a vacinação em um momento de aumento de casos, foi apoiada pelos Verdes —que integram a coalizão dos conservadores— e pelos partidos Liberal e Social-Democrata. Só a ultradireita se opôs, alegando a proteção das liberdades individuais.

Milhares de austríacos têm se manifestado há meses, quase todos os fins de semana, contra o projeto de lei. Os protestos obrigaram o governo a reforçar a proteção dos centros de vacinação e testagem. Nesta quinta, um pequeno ato foi realizado em frente ao Parlamento. O líder do Partido da Liberdade, de ultradireita, Herbert Kickl, disse que o texto "abre a via ao totalitarismo". "Hoje não temos maioria no Parlamento, mas temos fora dele", afirmou.

A negação em se vacinar poderá gerar, a partir de 15 de março, multas de 600 a 3.600 euros (R$ 3.700 a R$ 22 mil), mas a punição será anulada caso o infrator se imunize em um período de duas semanas.

A votação desta quinta se deu em um momento em que a Áustria registra um número recorde de casos devido à propagação da variante ômicron. Na quarta-feira, foram registrados quase 30 mil casos em 24 horas. Dos 8,9 milhões de habitantes, 72% estão com o esquema vacinal completo na Áustria. Segundo os dados do Ministério da Saúde, 1,5 milhão de adultos ainda devem ser convencidos. Como forma de incentivo, o governo lançou um sorteio para vacinados com vales de 500 euros (R$ 3.000) para serem usados em lojas, hotéis e restaurantes.

Na UE, a obrigatoriedade já foi imposta por Itália e Grécia, mas apenas para cidadãos com mais de 50 e 60 anos, respectivamente. Outros países o fizeram para setores como a saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos