Áudios do VAR na Copa do Mundo não serão divulgados, diz Fifa

Gianni Infantino aproveita longo discurso em Doha para falar da cerveja na Copa (Foto: FRANÇOIS-XAVIER MARIT/AFP)


A Fifa informou nesta sexta-feira, em evento realizado em Doha, no Qatar, que os áudios de conversas entre árbitros e VAR não vão ser revelados durante a Copa do Mundo de 2022, ou seja, as decisões serão apenas comunicadas durante a partida. No evento estavam presentes o presidente da Fifa, Gianni Infantino, o diretor de arbitragem da entidade, Massimo Busacca, o presidente do Comitê de Arbitragem da Fifa, Pierluigi Collina, e o diretor de tecnologia Johannes Holzmueller.

"As conversas entre os profissionais não serão públicas. Sabemos que essa discussão (sobre a liberação dos áudios) existe. Mas, neste momento, não existe essa possibilidade de ouvir as conversas entre árbitro e VAR", afirmou o presidente do Comitê de Arbitragem da Fifa.

Desde o ano passado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), vêm divulgando os áudios das conversas, tanto em torneios como a Libertadores, como no Brasileirão e de seleções também, como aconteceu nas eliminatórias da Copa e no caso do futebol sul-americano, ainda são mostradas a linha de impedimento traçadas em tempo real.