Áudio do VAR revela critério para validar gol do Goiás sobre o Palmeiras: 'Choque acidental'

·1 min de leitura


A CBF divulgou o áudio do árbitro de vídeo referente ao gol do Goiás sobre o Palmeiras no empate entre as equipes em 1 a 1 no último sábado (16), pela segunda rodada do Brasileirão. O lance passou por checagem por conta de uma suposta falta e a arbitragem explicou o critério para validação.

GALERIA

> ATUAÇÕES: Com Rony em noite de herói, Palmeiras arranca empate no fim

TABELA

> Clique aqui e confira a tabela completa do Brasileirão 2022!

No lance em questão (veja no vídeo que abre a matéria), o atacante Pedro Raul chutou a bola na pequena área e, antes de ela estufar a rede palmeirense, o meia Caio Vinícius deu um carrinho que acabou acertando Weverton. O goleiro pediu falta na jogada.

Após checagem no VAR, o responsável Daniel Nobre Bins avisa o árbitro de campo, Braulio da Silva Machado, que houve um choque acidental e que, por isso, o gol era legal e a decisão do campo deveria ser mantida.

– Foi verificada uma possível falta no Weverton, os dois erram, a bola passa e o choque é acidental depois. Segue decisão de campo, gol é legal – disse Bins.

O lance gerou revolta do lado dos palmeirenses que pediam a anulação do gol. Além disso, comentaristas de arbitragem também explicaram que o tento deveria ter sido invalidado pela falta de Caio em Weverton. Confira, aqui, todas as opiniões.

Braulio Machado
Braulio Machado

Braulio validou o gol do Goiás após checagem do VAR (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos