Ásia exige mais seleções na Copa do Mundo de 2026

(Arquivos)O xeque Salman bin Ebrahim Al Khalifa (E), presidente da confederação asiática de futebol(AFC), e o xeque Nahyan Bin Zayed Al Nahyan (C), presenteiam com troféu Omar Abdulrahman (D, no dia 1º de dezembro de 2016

A Confederação Asiática de Futebol(AFC) declarou, nesta terça-feira, que a Ásia quer mais seleções do continente participando da Copa do Mundo de 2026, que vai contar com 48 participantes.

"Ásia, o maior continente do mundo, merece um número significativo de seleções no Mundial, devido a sua potência econômica e a imensa popularidade do esporte em seu território", declarou o xeque Salman bin Ebrahim Al Khalifa, em entrevista por e-mail.

A decisão da Fifa de aumentar de 32 para 48 o número de participantes "permite que muitas seleções possam participar pela primeira vez desse evento e reflete no desenvolvimento do futebol no mundo todo", acrescentou.

O responsável da AFC não quis especificar o número pedido pela Confederação, que parece querer oito vagas na competição.

Para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, 4 ou 5 seleções asiáticas vão participar da competição, que vai ter 32 países.