Árbitro da final do Mineiro diz que tomará providências após ter vida pessoal exposta na internet

·2 minuto de leitura


O árbitro Felipe Fernandes, que comandou a grande final do Campeonato Mineiro entre Atlético-MG e América-MG - conquistado pelo Galo - teve um momento da vida pessoal exposta na internet neste domingo em grupos de Wathsapp e Telegram quando chegava em casa na companhia da equipe de arbitragem do jogo.

+ Vai começar! Confira os confrontos da rodada 1 do Brasileirão!

No vídeo viralizado, o juiz sobe as escadas do prédio onde mora e abre a porta de casa enquanto o vizinho ao lado, que tinha uma bandeira do Atlético tampando parte da porta escuta em volume alto a música 'Reunião de Bacana' (do refrão 'se gritar pega ladrão, não fica um').

A imagem das câmeras de segurança do prédio foi vazada e a música foi tocada durante horas pelo vizinho. Ao 'Uol Esportes', o árbitro afirmou que reuniu provas contra quem vazou as imagens e tomaria medidas cabíveis após ter um momento de sua vida pessoal exposta. O árbitro ainda afirmou que chegava em casa na companhia da equipe de arbitragem pois eles ainda precisavam concluir a súmula da grande final.

Erro na final
O América-MG não foi derrotado pelo Galo nos dois jogos finais do Mineiro, mas teve a chance de mudar a história do campeonato com um pênalti a seu favor, que foi perdido por Rodolfo, sendo o lance capital da partida.

Após a perda da penalidade, o jogo poderia ter tomado outro rumo se o árbitro Felipe Fernandes de Lima tivesse anotado falta em Eduardo Bauermann, cometida por Igor Rabello. Apesar dos protestos, o VAR concordou com a marcação de campo, gerando muita revolta no time americano.

Marcus Salum, coordenador do time americano, questionou a não revisão do VAR, que sequer chamou o árbitro para uma revisão no monitor. O dirigente disse que irá pedir o áudio da conversa para poder registrar uma reclamação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos