Ágatha e Duda vencem duelo brasileiro e vão à final em Roma

Dupla avança para a terceira final consecutiva de WT Finals (Foto: Divulgação)
Dupla avança para a terceira final consecutiva de WT Finals (Foto: Divulgação)


A comemoração da Independência do Brasil se estendeu até Roma. Nas disputas deste sábado pelo World Tour Finals, realizado na cidade italiana, Ágatha e Duda (PR/SE) conquistaram bons resultados e garantiram vaga na decisão do evento, que é um dos principais da temporada 2019 do Circuito Mundial de vôlei de praia. A disputa do ouro acontece na tarde deste domingo, às 15h, contra a dupla alemã formada pela campeã olímpica Laura Lugwig e Meg Kozuch.

A vaga foi assegurada após um duelo equilibrado contra as compatriotas Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE), que terminou com vitória de Ágatha e Duda por 2 sets a 1 (17/21, 21/19 e 15/13). As adversárias dominaram o primeiro set. No segundo, a partida ficou mais disputada e Ágatha foi pontual para garantir a vitória. A terceira parcial também foi regular, mas Duda ganhou a vantagem com dois aces.

- A Rebecca estava passando bem e eu fazendo força para sacar. Quando fizemos 13 a 13 eu arrisquei em sacar viagem forçando. Me concentrei, visualizei o que queria e dei o meu melhor e nem acreditei em como saiu bem - declarou Duda.

Esta será a terceira final consecutiva da dupla em World Tour Finals. Anteriormente, as brasileiras conquistaram o ouro, em 2018, e a prata, em 2017.

- Chegamos nesse torneio querendo jogar bem, pois saímos engasgadas no último campeonato. Aqui queríamos ir além. Pensamos um jogo de cada vez. Essa semifinal foi incrível, a Ana e a Rebecca fizeram coisas diferentes do que a gente estava acostumada a ver da parte delas, então precisamos nos preocupar muito com nossa virada de bola. Elas estão de parabéns pelo jogo - comentou Ágatha na saída da quadra de areia.

Também neste domingo, Ana e Rebecca disputarão o bronze contra as suíças Vergé-Dépré e Heidrich em partida marcada para às 12h50.

O outro lado da moeda: Evandro e Bruno caem nas quartas
Pela categoria masculina, os únicos representantes do Brasil na disputa, Evandro e Bruno Schmidt (RJ/DF), perderam a invencibilidade e foram derrotados por 2 sets a 0 (21/17 e 21/16) pelos líderes do ranking mundial, os noruegueses Mol e Sorum.

- A gente vinha jogando muito bem no torneio. Mas hoje o time da Noruega encaixou muito bem o bloqueio, dificultando nosso sistema de ataque. Meu saque não entrou tanto como costuma entrar, até fiz alguns pontos, mas não suficiente para a vitória. O nosso time está evoluindo, queríamos uma medalha, mas saímos daqui de cabeça erguida - contou Evandro.

O resultado deixou Evandro e Bruno apenas na quinta colocação da disputa em Roma. Com isso, eles assumem o segundo lugar na corrida olímpica brasileira, com 5550 pontos, atrás apenas da dupla Alison e Álvaro, que tem 5600. Em terceiro, estão André e George (ES/PB), com 4810. Vale ressaltar que a soma de pontos é feita com os dez melhores resultados de cada dupla dentro do calendário de disputas do Circuito Mundial.

Caso conquistem o ouro neste domingo, Ágatha e Duda irão faturar cerca de R$ 160 mil e somar 1.200 pontos no ranking internacional.


















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também