À espera de liberação, Corinthians adia testes de COVID-19 para o elenco

Alexandre Guariglia
LANCE!


Não será logo no início da próxima semana que os jogadores do Corinthians voltarão ao CT Joaquim Grava. Isso porque as autoridades municipais e estaduais ainda não liberaram o retorno às atividades. Sem esse aval, não há motivo para submeter elenco e comissão técnica aos testes de COVID-19, que seriam feitos na próxima segunda-feira. Sendo assim, atletas e outros profissionais ficam de sobreaviso, sem data para a realização dos exames.

Os testes já foram liberados, mas como eles têm a validade de 48 horas, é preciso que a data da sua realização esteja alinhada com a volta aos treinos. Ou seja, após testados, jogadores e comissão técnica não podem demorar mais de 48 horas para realizar atividades em grupo no CT. A explicação para isso é de que existe o risco de uma pessoa testar negativo, contrair o vírus após o exame e só ser diagnosticada em um segundo teste, duas semanas depois.

Dessa forma, somente com a liberação das atividades é possível estabelecer uma nova data para os exames. Isso vale também para os funcionários do clube, que voltarão por etapas ao CT Joaquim Grava. O primeiro grupo retornará ao mesmo tempo que os jogadores. Cerca de três semanas depois o segundo grupo retomará o trabalho in loco.



Por parte do clube, os protocolos de retorno já estão definidos e foram enviados ao elenco, que treinará em pequenos grupos, evitando aglomeração nas áreas comuns do CT. Os atletas que estavam fora da cidade de São Paulo encaminharam suas voltas para este final de semana, mas ainda não sabem quando poderão ir para o centro de treinamento novamente.

Há um acordo entre os quatro grandes clubes do estado, no qual todos devem seguir as mesmas datas para testes e início de treinamentos, a fim de "largarem" ao mesmo tempo. Por exemplo: se a cidade de Santos liberar as atividades antes de São Paulo, o Peixe deve aguardar que seus três rivais recebam a permissão. Portanto, a nova data só será estabelecida em consenso.

A expectativa é de que os testes possam acontecer na próxima semana, porém deve haver uma nova conversa com a Federação Paulista de Futebol e outras autoridades antes de definir o retorno das atividades. Nos bastidores, há um certo incômodo pela demora dos órgãos estaduais e municipais para responder as demandas dos clubes. A intenção não é pressionar pelo "sim", mas obter uma resposta, mesmo que ela seja negativa para este momento.

Neste domingo, serão completados três meses sem atividades no CT Joaquim Grava. A última vez que os atletas treinaram por lá foi em 14 de março, um dia antes de enfrentar o Ituano, na Arena Corinthians, com portões fechados. O empate em 1 a 1, pelo Campeonato Paulista-2020, foi o último jogo do clube antes da paralisação por conta da pandemia de coronavírus.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também