À espera da final, Palmeiras tem aproveitamento melhor no reencontro com Luxemburgo

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras vive a expectativa da final da Libertadores, mas, antes de se dedicar integralmente à final continental do próximo dia 30, encara o Vasco nesta terça-feira (26) no Allianz Parque, às 20h (horário de Brasília) no reencontro com Vanderlei Luxemburgo.

>> Confira a classificação atualizada do Brasileirão e faça sua simulação
>> São Paulo em 8º, Flamengo em 10º… Confira a classificação do returno

O treinador que mais venceu pelo clube está de volta ao estádio pouco mais de três meses depois da saída, quando perdeu por 3 a 1 para o Coritiba e encerrou a quinta passagem pelo Verdão, com 60% de aproveitamento.

Desde então, o processo de reestruturação que começou com Andrey Lopes teve sucesso com Abel Ferreira. O português levou o Palmeiras para duas finais e, somando a participação de Cebola, subiu a porcentagem de pontos conquistados para quase 68%.

Pela terceira vez no Allianz como visitante, Luxa enfrentará um Alviverde com nova postura dentro e fora de campo. A equipe será alternativa, com Crias da Academia lançadas por ele em 2020, ano em que a base voltou a ser usada, uma das promessas do presidente Maurício Galiotte.

Atualmente, são 12 garotos que estrearam no profissional – oito lançados por Luxemburgo (Patrick de Paula, Gabriel Menino, Wesley, Alan, Angulo, Gabriel Silva, Danilo e Renan) e outros quatro por Abel (Aníbal, Marcelinho, Fabrício e Pedro Acácio).

Após começar a temporada de olho em grandes conquistas, o ex-treinador reencontra o Palmeiras às vésperas da decisão da Libertadores, mas em uma nova realidade: escapar do rebaixamento com o Vasco.