No ritmo de Jeffinho, Botafogo vence o Athletico-PR e se recupera no Brasileirão


Foi dia de festa no Estádio Nilton Santos. O Botafogo venceu o Athletico-PR por 2 a 0 em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro e se recuperou na competição, após três derrotas seguidas. Erison e Jeffinho, um dos protagonistas do jogo, marcaram os gols da partida neste sábado.

+ John Textor se encontra com Eduardo Paes e oficializa interesse em comprar terreno para CT do Botafogo

O Alvinegro se afasta da zona de rebaixamento com a vitória. O time comandado por Luís Castro chegou a 24 pontos e ocupa a 11ª posição, a seis da degola. O Athletico, por outro lado, se afastou na briga pela liderança e fica em 5º, com 31. Veja a tabela da Série A!

O Botafogo volta a jogar apenas no próximo sábado: vai para a Neo Química Arena medir forças com o Corinthians, às 19h, pelo Brasileirão. O Athletico continuará pelo Rio de Janeiro, já que inicia o confronto das quartas de final da Copa do Brasil contra o Flamengo na quarta-feira, no Maracanã.

Botafogo x Athletico PR
Botafogo x Athletico PR

Jeffinho teve grande atuação no jogo (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

FIM DO JEJUM
O jogo começou com a balança pesando para o Athletico, que ameaçava mais no ataque. Não demorou muito para o Botafogo equilibrar as ações, que chegava forte no campo ofensivo principalmente no ritmo de Lucas Fernandes.

O time se organizou e passou a pressionar o Furacão. Não demorou muito para a bola entrar na rede. Sampaio rebateu, Carlos Eduardo tocou de costas, Jeffinho conduziu em velocidade e chutou para a defesa de Bento, mas no rebote Erison chutou com categoria para abrir o placar. O Botafogo não marcava um gol há 457 minutos.

DEIXA O GAROTO BRINCAR...
O segundo tempo começou equilibrado, mas Jeffinho fez questão de logo tranquilizar o Botafogo. O camisa 47 roubou a bola em uma saída do Athletico, partiu para cima, deixou dois marcadores para trás e finalizou no canto de Bento, marcando o gol.

O aumento da vantagem fez o Alvinegro crescer no jogo. Pouco depois do gol, o time de Luís Castro criou duas chances reais de gol, mas desperdiçou em finalizações ruins.

TROCAÇÃO
A partida ganhou contornos de equilíbrio na reta final. Felipão fez substituições ofensivas e o Athletico foi para cima, mas os ataques foram, em suma, neutralizados pela defesa do Botafogo. O Alvinegro até teve espaço para contra-ataque, mas não encaixou os passes no setor ofensivo.

De qualquer maneira, o ritmo no Nilton Santos foi de festa com o apito final. O Botafogo deu fim a jejum de quatro partidas sem vencer e se afastou da zona de rebaixamento.

BOTAFOGO 2 X 0 ATHLETICO

Data/Hora: 23/07/2022, às 21h
Local: Estádio Nilton Santos (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Gramado: Regular
Renda e público: 8.105 presentes / R$ 203.630,00
Cartões amarelos: Thiago Heleno e David Terans (CAP)
Cartões vermelhos: -

Gols: Erison (1-0, 20'/1ºT); Jeffinho (2-0; 9'/2ºT)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Daniel Borges (Saravia 33'/2ºT), Philipe Sampaio, Lucas Mezenga, Fernando Marçal; Carlos Eduardo, Tchê Tchê, Lucas Fernandes (Patrick de Paula 27'/2ºT); Lucas Piazon, Erison (Matheus Nascimento 23'/2ºT), Jeffinho (Luís Henrique 33'/2ºT). Técnico: Luís Castro.

ATHLETICO: Bento; Orejuela (Khellven/Intervalo), Matheus Felipe, Thiago Heleno, Abner (Vitinho 15'/2ºT); Fernandinho (Erick 15'/2ºT), Hugo Moura; Canobbio (Vitor Bueno/Intervalo), Terans, Pedrinho; Rômulo. Técnico: Felipão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos