No radar de Tite, dupla de volantes comanda Fluminense e Palmeiras em decisão

André e Danilo comandam os times de Fluminense e Palmeiras (LEONARDO BRASIL/FLU/CESAR GRECO/PAL)


De um lado, um Fluminense que depende a cada ano das joias reveladas em Xerém. Do outro, um Palmeiras com elenco estrelado, mas que vê nas crias da casa uma mescla importante. Quando as duas equipes entrarem em campo neste sábado, às 19h, no Maracanã, são dois jovens que parecem experientes que vão reger o meio-campo e travar um duelo particular. Pelos cariocas, André. Nos paulistas, Danilo, ambos de 21 anos.

GALERIA

> Clubes com maiores médias de público como mandante no Brasil
> Confira os times com mais interações no Twitter em julho

E sempre fica a pergunta: quem é melhor? Essa resposta pode ser difícil de responder, mas fato é que a Seleção Brasileira está de olho. Danilo já foi convocado pelo técnico Tite, apesar de não ter jogado. Já André foi elogiado mais de uma vez e está no radar, tanto que o treinador foi a três dos últimos quatro jogos do Fluminense na temporada.

É impossível falar do sucesso do Flu na temporada e não citar André. Consolidado pelo segundo ano seguido, o volante é titular absoluto. Já soma 45 jogos, dois gols e duas assistências. Vivendo o melhor momento da ainda curta carreira, é homem de confiança dentro do esquema de Fernando Diniz. Demorou, mas o garoto tomou a vaga para não sair nunca mais.

André chegou ao Fluminense ainda aos 12 anos e viveu alguns altos e baixos até se consolidar. Quase foi emprestado até para o rival Botafogo, mas desde junho do ano passado entrou e permaneceu.

O contrato do jogador com o Flu é válido até 31 de dezembro de 2024. Ele é visto hoje como um dos maiores ativos do clube, mesmo atuando pelo meio-campo. O Tricolor, porém, bateu o pé de que ele não seria negociado nesta janela de transferências. No final do ano, porém, não há como garantir que o jogador seguirá nas Laranjeiras.

TABELA

> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Do lado do Palmeiras está Danilo, uma das maiores promessas da Academia. Chegou ao Palmeiras em 2018, com 16 anos, quando reforçou o sub-17 após ser dispensado do Bahia, clube do estado em que nasceu. Em 2020, depois de disputar a Copinha, passou a integrar alguns treinos com Vanderlei Luxemburgo, que ficou encantado com seu futebol e o promoveu para o time principal.

E assim ele permanece até o presente momento. Como um dos homens de confiança de Abel, o jovem é fundamental para o esquema do português, que consiste em muita precisão técnica e tática.

Pelo Verdão, já são 127 jogos, 12 gols marcados e nove assistências distribuídas, além do bicampeonato da Libertadores, a conquista da Copa do Brasil e da Recopa Sul-Americana, e da convocação inédita para a Seleção Brasileira.

A presidente Leila Pereira garantiu que a joia não será vendida ao final da temporada, mas existem sondagens que impedem qualquer tipo de garantia, afinal, o valor do atleta segue crescendo conforme cresce seu futebol.

Os dois entram em campo para um duelo decisivo entre Fluminense e Palmeiras para continuarem provando que a confiança dos respectivos treinadores não é injustificável. Vale lembrar que o auxiliar técnico e o analista de desempenho da Seleção Brasileira, Cléber Xavier e Thomaz Araújo, estarão no Maracanã para acompanhar a partida e as duas promessas.