Nino prega cautela com o Cruzeiro na Copa do Brasil e vê Fluminense mais confiante após vitória

Nino é titular e capitão do Fluminense de Fernando Diniz (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)


O Fluminense conquistou um resultado importante ao bater o Avaí por 2 a 0 e reencontrar o caminho das vitórias após dois tropeços. Mas o clima de decisão só aumenta. Na próxima quinta-feira, às 19h, o Tricolor recebe o Cruzeiro pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil no Maracanã. Após a partida pela 13ª rodada do Brasileirão, o zagueiro Nino pregou cautela com o adversário, que é líder da Série B.

- Não tem essa diferença. É um ótimo time que vem fazendo uma campanha muito bonita na Série B. Temos um adversário muito forte pela frente. A equipe está focada e concentrada sabendo que temos um jogo difícil pela frente. Vamos precisar mais uma vez de uma boa atuação, fazer o melhor para sair com o resultado - projetou.

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

Com o resultado, o Fluminense sobe para sexto lugar, com 18 pontos. Após o duelo pela Copa do Brasil, o foco volta para o Brasileirão no clássico com o Botafogo, domingo, às 16h. Nino ressaltou a importância de cada vitória nessa fase da competição e garantiu que o resultado dá mais confiança ao elenco para a sequência.

- É sempre muito importante. Temos trabalhado para não só jogar bem, mas que os resultados venham. Hoje conseguimos conciliar as duas coisas. Ficamos felizes por somar os três pontos. O Campeonato Brasileiro é muito difícil, se você fica três jogos sem somar pontos já tem uma queda grande na tabela. Precisamos manter essas vitórias para ficar na parte de cima como queremos.

- É um resultado que nos dá total confiança e tranquilidade para trabalhar. Nos incomodava muito a sequência sem vitórias, mesmo sendo dois jogos. Mas sabemos que em um clube como o Fluminense a gente dificilmente pode ficar três jogos sem vencer. Precisávamos dar essa resposta não só ao torcedor, mas ao grupo para mostrar que estamos no caminho certo. Hoje conseguimos. Nos dá força e motivação.

O Flu vinha de um incômodo empate com o América-MG na última rodada. Com um a mais desde os 10 minutos do primeiro tempo, o Tricolor não conseguiu furar a retranca adversária e correu risco de perder. Após a partida, Diniz falou que faltou treino para partidas desse tipo.

- Foi um resultado que incomodou a todos, não só o torcedor, mas o grupo também. O professor Diniz tem pouco mais de um mês de trabalho, temos tentado crescer e aproveitado o máximo de tempo para treinar e pôr em prática o que ele quer. Nem sempre conseguimos pelo tempo curto que temos. Mas trabalhamos, conversamos, assistimos aos lances do jogo com o América-MG. Saímos mais fortes daquele jogo. Por mais que o resultado não tenha vindo, crescemos por tudo que aconteceu e estamos mais preparados para quando isso acontecer novamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos