Neymar defende Vinicius Jr. de críticas por comemorações de gol

Neymar antes de jogo do Paris St Germain

(Reuters) - Neymar e outros jogadores brasileiros saíram em defesa do compatriota Vinicius Jr., nesta sexta-feira, depois que o atacante do Real Madrid foi aconselhado a moderar a forma como comemora seus gols.

Vinicius começou bem a temporada com cinco gols e três assistências em todas as competições, mas tem enfurecido os adversários na liga espanhola com suas comemorações, que incluem dançar perto da bandeira de escanteio.

O jogador de 22 anos tem sido duramente criticado na Espanha. No entanto, seu companheiro de seleção brasileira Neymar, que joga no Paris Saint-Germain, o encorajou a se expressar.

“Drible, dance e seja você! Feliz do jeito que é... Vai pra cima meu garoto! Próximo gol bailamos”, escreveu Neymar no Instagram.

O zagueiro veterano Thiago Silva também disse a Vinicius para continuar dançando.

“Não permita que ninguém tire sua felicidade, isso não é falta de respeito", disse o jogador.

Um comentarista de um programa de futebol espanhol apontou que Vinicius não respeita seus adversários com as comemorações, comparando seu comportamento ao de um macaco, o que imediatamente provocou reações nas redes sociais ao ser interpretado como racista.

O comentarista Pedro Bravo depois esclareceu no Twitter que usou a expressão "macaco" para dizer que Vinicius estava "fazendo coisas estúpidas".

"Quero esclarecer que usei mal a expressão 'macaco' para qualificar a dança de comemoração dos gols que Vinicius faz, fiz isso de maneira metafórica", disse.

"Como minha intenção não era ofender ninguém, peço sinceras desculpas. Sinto muito."

Vinicius também recebeu apoio da lenda do futebol brasileiro Pelé.

"O futebol é alegria. É uma dança. É uma verdadeira festa. Apesar de que o racismo ainda exista, não permitiremos que isso nos impeça de continuar sorrindo. E nós continuaremos combatendo o racismo desta forma: lutando pelo nosso direito de sermos felizes", escreveu Pelé no Twitter.

(Reportagem de Rohith Nair em Bengaluru)