Neymar critica árbitro após amarelo por comemoração contra Maccabi Haifa

O atacante brasileiro Neymar, do Paris Saint-Germain, criticou nesta quinta-feira nas redes sociais o árbitro do jogo da Liga dos Campeões entre o Maccabi Haifa de Israel e o time francês, o alemão Daniel Siebert, denunciando "uma falta de respeito" depois de ter sido punido com cartão amarelo pela comemoração de seu gol ao final da partida.

Assim como vem fazendo desde o início da temporada, Neymar festejou fazendo uma careta depois de marcar o terceiro gol da vitória do PSG por 3 a 1.

"Falta de respeito total com o atleta. Esse tipo de coisa não pode acontecer... tomo o amarelo por simplesmente não ter feito nada e continuo prejudicado", escreveu o atacante no Twitter.

O brasileiro também publicou um vídeo no Instagram escrevendo como legenda que "o futebol está cada vez mais chato".

"Comemoração: amarelo. É só comigo que acontecem essas coisas", disse.

Ao ser perguntado sobre o cartão ao final do jogo, o técnico do PSG, Christophe Galtier, explicou que "conversou" com o árbitro, considerando a punição "muito severa".

Neymar já entrou em atrito com a arbitragem em 2019, depois da eliminação do time francês nas oitavas de final da Champions contra o Manchester United por um pênalti marcado com o auxílio do VAR nos últimos segundos do jogo de volta em toque de mão de Presnel Kimpembe.

"Isso é uma vergonha!", escreveu o camisa 10 no Instagram. "Ainda colocam quatro caras que não entendem de futebol para ficar olhando lance em câmera lenta... isso não existe! Como o cara vai colocar a mão de costas?"

Depois da abertura de um processo disciplinar na Uefa, o brasileiro foi suspenso por três jogos, punição que foi confirmada depois de recurso.

kn/jta/dam/psr/cb