Neymar aparece dançando e cantando jingle de Bolsonaro em vídeo

*ARQUIVO* PARIS, FRANÇA, 28.01.2018, 17h00 - O atacante brasileiro Neymar, do PSG, comemora seu gol na partida entre Paris Saint-Germain (PSG) e Montpellier, válida pela 23ª rodada do Campeonato Francês de Futebol 2018, no Estádio Parc des Princes, em Paris, França. (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)
*ARQUIVO* PARIS, FRANÇA, 28.01.2018, 17h00 - O atacante brasileiro Neymar, do PSG, comemora seu gol na partida entre Paris Saint-Germain (PSG) e Montpellier, válida pela 23ª rodada do Campeonato Francês de Futebol 2018, no Estádio Parc des Princes, em Paris, França. (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um vídeo em que Neymar, 30, aparece cantando um jingle da campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) viralizou nesta quarta-feira (29). Nas imagens, é possível ver o jogador dublando a frase: "Vota, vota e confirma, 22 é Bolsonaro".

Sentado em uma cadeira, ele também faz uma coreografia com as mãos, mostrando dois dedos em cada uma delas, indicando o número do candidato. Apesar de ter sido divulgada em diversos perfis, principalmente bolsonaristas, as imagens não foram publicadas pelo próprio jogador em suas redes oficiais.

Entre os que publicaram o vídeo estão o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente. "Agora o hexa vem! Seguraaaaaaaaaaaaaaa", escreveu. Já Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social do Governo Federal, comemorou: "Está dado o recado. Muito obrigado, Neymar, 22 neles!!!"

O vídeo vem à tona apenas um dia após o atacante da seleção brasileira mandar um recado carinhoso ao presidente, na manhã da quarta-feira (28), após o político, a primeira-dama, Michelle, e o candidato a governador de São Paulo Tarcísio de Freitas fazerem uma visita à sede do Instituto Neymar.

"Passando para agradecer a visita ilustre, queria muito estar junto", afirmou Neymar. "Infelizmente estou longe, mas da próxima vez estarei junto. Espero que aproveitem a visita ao instituto que é o meu maior gol da vida."

O atacante da seleção brasileira não costuma falar de política e nunca se posicionou oficialmente contra ou a favor do atual mandatário da República. Em 2019, o presidente foi a uma clínica de Brasília onde estava o atacante da seleção brasileira, encaminhado ao local após deixar um amistoso lesionado. Bolsonaro chegou à clínica Home por volta das 23h50, posou numa foto com o atleta e foi embora aproximadamente 20 minutos depois.

Mais cedo naquela ocasião, Bolsonaro já havia se manifestado sobre Neymar para falar a respeito da acusação de estupro sofrida pelo jogador. "É um garoto que está num momento difícil, mas eu acredito nele", afirmou o presidente ao fim de uma cerimônia em Aragarças (GO), na divisa com Mato Grosso, utilizando uma camisa do Goiás Esporte Clube.