Neto fica 'pistola' e ironiza ida de Jô ao pagode: 'Acho que foi fazer freela, deve estar pouco o salário'

Neto detonou a atitude do atacante Jô - Foto: Reprodução/ TV Band


O apresentador Neto ironizou, durante o 'Donos da Bola' desta quarta-feira, a ida do atacante Jô, do Corinthians, em um pagode durante a derrota do Timão para o Cuiabá, pela pela 10ª do Brasileirão. O ex-jogador responsabilizou a diretoria do clube pelos recorrentes incidentes extracampo envolvendo o atacante.

+ Memes não perdoam derrota do Corinthians para o Cuiabá: “Tremeu para o time verde”

Segundo Neto, os acontecimentos já seriam motivos de justa causa para demiti-lo do Alvinegro.

- O jogo comendo solto, 1 a 0 para o Cuiabá, e o cara está lá (no pagode). A vergonha para a instituição é essa. Eu já saí para a noite. Fui para vários cantos desse país. Mas fazer uma palhaçada dessa com o Corinthians ? E ninguém fala nada ? - indagou.

+ Na web, torcedores do Corinthians ironizam presença de Jô em pagode

O apresentador ironizou a ida de Jô ao pagode, afirmando que o jogador deve ter ido fazer um 'freela' (trabalho ocasional) para o bar em que estava.

- Acho que foi um freela que ele foi fazer. Deve estar ganhando pouco salário. Ele ganhou um cachê igual o nosso, quando vamos jogar por aí (amistosos beneficentes) - afirmou Neto.

+ Alessandro diz que comportamento de Jô é inaceitável e terá conversa com atacante do Corinthians

Neto detonou a direção pela contratação de Jô e pediu a demissão do atacante.

- O problema está com o Alessandro e com o Roberto de Andrade (membros da diretoria), porque o Duílio tem que fazer tudo. Duílio, você é presidente, não é diretor. Manda (o Jô) embora! Manda embora agora! O Jô já fez isso três outras vezes. A terceira tem que ser justa causa! - completou.

O vídeo, que circula na web, mostra o atacante tocando um instrumento junto com o grupo de pagode que se apresentava, enquanto a partida era transmitida em um telão próximo dele.

O torcedor que gravou o vídeo não foi identificado, mas tem a sua voz vazada no fundo das imagens ironizando a situação ao dizer: ‘o homem está preocupado, sofre Corinthians’, ao se referir a Jô.

Até o momento, o Corinthians não se posicionou oficialmente em relação ao assunto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos