Nascida em Moscou, Rybakina vence Jabeur e conquista Wimbledon

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Sudipto Ganguly

LONDRES (Reuters) - Em um ano no qual tenistas da Rússia foram banidos de Wimbledon, a natural de Moscou Elena Rybakina se recuperou após perder o primeiro set e derrotou a tunisiana Ons Jabeur por 3/6, 6/2 e 6/2 neste sábado, tornando-se a primeira jogadora do Cazaquistão a vencer um título de simples em um Grand Slam.

Com jogadores russos e bielorrussos proibidos de disputar o torneio na grama após a invasão de Moscou a território ucraniano, Rybakina teria sido excluída se não tivesse trocado sua lealdade à Rússia em 2018, em busca de melhor financiamento e apoio.

Mas mesmo que os repetidos questionamentos sobre suas ligações com a Rússia durante a última quinzena tenham afetado Rybakina mentalmente, não tiveram impacto discernível no jogo da tenista de 23 anos.

Em uma decisão com duas estreantes em finais de Grand Slam pela primeira vez desde 1962, Rybakina levantou o prato Venus Rosewater após outra atuação poderosa para se tornar a quinta campeã diferente nas últimas cinco edições de Wimbledon.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos