Napoli é proibido de usar imagem de Maradona em suas camisas

Camisa em homenagem ao ídolo Maradona foi lançada pelo Napoli um ano após sua morte. Foto: Jonathan Moscrop/Getty Images
Camisa em homenagem ao ídolo Maradona foi lançada pelo Napoli um ano após sua morte. Foto: Jonathan Moscrop/Getty Images

O Napoli terá que deixar de usar a imagem de Diego Armando Maradona em sua camisa. A sentença foi oficializada depois que o juiz italiano Paolo Andrea Vasallo deu ganho de causa a uma medida cautelar impetrada pelos herdeiros do craque argentino - Dalma, Gianinna, Diego Fernando, Diego Junior e Jana.

Segundo o jornal italiano Corriere dello Sport, Vasallo já havia alertado Stefano Ceci, representante legal da empresa de Dubai Diez Fze, para deixar de usar a imagem do ex-jogador de futebol da seleção napolitana.

Leia também:

Assim, Jorge Sebastián Baglietto, guardião dos interesses dos herdeiros, obteve autorização para apresentar uma medida de apreensão de bens e créditos do ex-representante de Maradona até o valor de 15 mil euros (76 mil reais).

Ao descumprir as orientações, o Ceci deve “responder civilmente pelos danos sofridos pelos autores”. Por outro lado, tanto o Napoli quanto o empresário estão proibidos de usar ou divulgar a imagem do craque argentino após a aprovação do juiz.

Embora não houvesse um único modelo de camiseta com o rosto de Maradona, o design de todos eles é o mesmo. Independentemente da cor, todos mostravam o rosto da estrela argentina sobreposto por uma impressão digital.

Sendo uma edição limitada, a equipe italiana conseguiu vender 6.000 peças no valor de 150 euros cada, pelo que gerou um lucro de cerca de um milhão da moeda europeia (cerca de 5 milhões de reais).

O primeiro modelo em homenagem a Diego Maradona foi apresentado um ano após a morte do ídolo argentino.