Nadal, Del Potro e Alcaraz puxam reverências ao talento de Federer

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 05-12-2012: Roger Federer durante jantar promovido pela Gillette, Koch Tavares e JHSF em homenagem a varios tenistas, no Morumbi, na zona oeste de Sao Paulo, em 05 de Dezembro de 2012. (Foto: Gabo Morales/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, BRASIL, 05-12-2012: Roger Federer durante jantar promovido pela Gillette, Koch Tavares e JHSF em homenagem a varios tenistas, no Morumbi, na zona oeste de Sao Paulo, em 05 de Dezembro de 2012. (Foto: Gabo Morales/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Roger Federer teve seu talento reverenciado nesta quinta-feira (15) após anunciar sua despedida do tênis depois de disputar o Laver Cup, da próxima semana.

O espanhol Rafael Nadal, um dos maiores rivais do suíço de 41 anos, disse que foi um privilégio dividir o circuito do tênis mundial com ele.

"Caro Roger, meu amigo e rival. Eu gostaria que esse dia nunca tivesse chegado. É um dia triste para mim pessoalmente e para os esportes ao redor do mundo. Foi um prazer, mas também uma honra e privilégio compartilhar todos esses anos com você, vivendo tantos momentos incríveis dentro e fora das quadras", escreveu Nadal.

O espanhol disse, ainda, que os dois ainda terão "mais momentos para compartilhar juntos no futuro".

Toni Nadal, tio de e ex-treinador de Rafael, afirmou que o sobrinho "não teria sido tão forte sem Roger Federer. Ele sempre tinha que elevar seu nível. Junto com Djokovic, cada um deles fez o nível de jogo dos outros evoluir."

Compatriota de Nadal, campeão do US Open e atualmente o número 1 do mundo no ranking da ATP, Carlos Alcaraz afirmou que Federer é uma inspiração no esporte. "Roger foi um dos meus ídolos e uma fonte de inspiração. Obrigado por tudo o que fez pelo nosso esporte. Ainda quero jogar contra você. Te desejo muita sorte no futuro.

O argentino Juan Martín del Potro, um dos poucos ganhadores de Grand Slam fora do "Big Four", como o quarteto de tenistas de simples formado por Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray são conhecidos, agradeceu ao suíço por tudo o que ele fez. "Te amo, Roger. Obrigado por tudo o que você fez pelo tênis e por mim mesmo. O tênis nunca será o mesmo sem você."

A ex-tenista americana Billie Jean King, vencedora de 39 títulos de Grand Slam, incluindo 20 campeonatos de Wimbledon, afirmou que Federer "tem o jogo mais completo de sua geração e ganhou o coração dos fãs do esporte do mundo inteiro com sua incrível rapidez na quadra e um poderoso espírito tenístico. Teve uma carreira histórica com memórias que vão perdurar."

"Ele redefiniu a grandeza na quadra, enquanto seu espírito de campeão, espírito esportivo e a maneira como jogou o jogo emocionaram o público em todo o mundo por décadas, inspirando tantos a pegar uma raquete", disse o presidente da ATP, Andrea Gaudenzi.