Nacional e Atlético-GO abrem quartas da Sul-Americana com as atenções voltadas para Luis Suárez

Mesmo com a ressaca da grande festa montada para comemorar a chegada de Luis Suárez, o Nacional terá que transformar a euforia em tranquilidade para enfrentar o Atlético Goianiense em casa no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana de 2022, onde a grande incógnita é se o craque fará sua estreia apenas 48 horas após seu retorno ao Uruguai.

O jogador de 35 anos chegou a Montevidéu na manhã de domingo e seu primeiro treino com a equipe comandada por Pablo Repetto foi marcado para a tarde desta segunda-feira.

Embora 'El Pistolero', sem clube desde que seu contrato com o Atlético de Madrid terminou no final de junho, estivesse treinando sozinho em Barcelona, o astro não entra em campo desde 22 de maio, quando o time comandado pelo técnico Diego Simeone enfrentou a Real Sociedad pelo campeonato espanhol. Mas naquela ocasião o uruguaio só jogou os últimos minutos.

Um jogador com tão pouco ritmo de jogo estaria descartado para uma partida decisiva como a desta terça-feira. Mas trata-se do maior artilheiro da seleção uruguaia de todos os tempos, o que torna sua entrada possível. E o adversário sabe disso.

Na terça-feira, quando foi confirmado um acordo preliminar entre Nacional e Suárez, a conta oficial do Atlético Goianiense brincou no Twitter ao comentar a notícia da vinda do astro com a frase "Aí é foda!".

- Casa cheia -

O Gran Parque Central estará lotado - ao meio-dia desta segunda-feira, restavam apenas cerca de cem ingressos - para a primeira partida das quartas de final da Sul-Americana.

Além do turbilhão de emoções provocado pela contratação de Suárez, que iniciou a carreira no clube há 18 anos, 'El Bolso' encara a partida com o vento em popa após se sagrar campeão do Torneio Intermedio na última quarta-feira.

Mas nem tudo são flores. O tricolor não começou o Torneio Clausura da melhor maneira, já que no primeiro jogo, no último sábado, perdeu para o Deportivo Maldonado por 2 a 1.

Se 'El Pistolero' não entrar em campo contra o Atlético-GO, sua estreia seria adiada para a próxima sexta-feira, quando o Nacional recebe o Rentistas pela segunda rodada do campeonato uruguaio.

Enquanto isso, a equipe do técnico Jorginho, que conseguiu levar o 'Dragão' às quartas de final pela primeira vez em sua história, acompanha com cautela o que vai acontecer com o ex-jogador do Barcelona.

"Espero que ele não jogue o primeiro jogo", disse o capitão da equipe, Marlon Freitas, ao Sportv.

"Tomara que não jogue o primeiro jogo, para a gente ficar tranquilo. Tomara que esteja sem ritmo, e o preparador físico dê uma segurada nele. Não é possível que ele vá jogar assim", acrescentou em tom de brincadeira, embora depois tenha esclarecido: "Brincadeiras à parte, será uma grande oportunidade enfrentá-lo."

Apesar de vir de uma dura derrota por 4 a 1 para o Flamengo pelo Brasileirão no último sábado, o Atlético-GO surpreendeu na segunda fase da Sul-Americana ao eliminar o Olimpia do Paraguai de forma heróica após perder o jogo de ida por 2 a 0.

A aguardada partida no estádio Gran Parque Central, em Montevidéu, começará às 19h15, horário local (e de Brasília), e terá a arbitragem do paraguaio Eber Aquino.

O jogo de volta será na outra terça-feira, dia 9, em Goiânia.

Prováveis escalações:

Nacional: Sergio Rochet - Leandro Lozano, Leonardo Coelho, Nicolás Marichal, Camilo Cándido - Felipe Carballo, Diego Rodríguez, Diego Zabala, Álex Castro - Emmanuel Gigliotti e Franco Fagúndez. Técnico: Pablo Repetto.

Atlético-GO: Ronaldo - Hayner, Edson, Ramon, Jefferson - Airton, Marlon Freitas, Shaylon, Gabriel Baralhas, Wellington Rato - Diego Churín. Técnico: Jorginho.

gv/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos