Na reestreia de Suárez pelo Nacional, Atlético-GO vence e abre vantagem na Sul-Americana

Jogadores do Atlético-GO comemoram a vitória no Uruguai (Foto: DANTE FERNANDEZ/AFP via Getty Images)
Jogadores do Atlético-GO comemoram a vitória no Uruguai (Foto: DANTE FERNANDEZ/AFP via Getty Images)

Nesta terça-feira (2), o Atlético-GO venceu, por 1 a 0, o Nacional. Os times se enfrentaram pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Luiz Fernando anotou o gol solitário da partida. Com o resultado, o Dragão abre vantagem para a volta, que acontece na próxima terça-feira (9).

PRESSÃO!

Mesmo sem vários de seus titulares, o Atlético-GO conseguiu se mostrar bem defensivo e, com a sua forte defesa, não deixou com que o Nacional avançasse. Os uruguaios tiveram maior posse de bola. A melhor chance dos mandantes foi aos 16, com Fagúndez, em cobrança de falta. Ronaldo defendeu. O goleiro do Dragão se lesionou pouco tempo depois e teve que ser substituído.

Leia também:

Aos 23, os goianos abriram o placar. Na jogada, Léo Pereira fez boa jogada e cruzou na cabeça de Luiz Fernando, que só mandou para as redes. O Nacional tentou pressionar, mas só assustou no final, quando Cándido finalizou, mas parou em Renan.

EM BUSCA DOS GOLS!

O Nacional entrou, na segunda etapa, para buscar os gols. Com muita pressão, os uruguaios mudaram a postura e não deram espaço para o Atlético-GO. Logo aos 8, Carballo finalizou no canto, mas Renan defendeu. A melhor chance do segundo tempo foi aos 18, quando Cándido mandou no travessão e perdeu boa oportunidade para empatar.

A resposta do Dragão veio aos 23, quando Churín quase ampliou, mas mandou pela linha de fundo. Cinco minutos depois, Suárez fez a sua reestreia pelo Nacional. Aos 44, em boa trama, Ignácio Ramírez perdeu ótima chance e mandou na trave.

FICHA TÉCNICA
Nacional-URU x Atlético-GO

Local: Parque Central, em Montevidéu (URU)
Data e hora: 02/08/2022 - 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Jose Cuevas (PAR)
VAR: Carlos Benitez (PAR)
Cartões amarelos: Marichal (Nacional); Baralhas, Léo Pereira, Churín, Jorginho e Hayner (Atlético-GO)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Luiz Fernando, aos 23'/1ºT (0-1)

NACIONAL (Técnico: Pablo Repetto)

Rochet; Lozano (Otormín, aos 40'/2ºT), Léo Coelho, Marichal e Cándido (José Rodríguez, aos 40'/2ºT); Yonathan Rodríguez (Ignacio Ramírez, aos 40'/2ºT), Carballo, Trezza (Ocampo, aos 19'/2ºT), Zabala e Fagúndez (Luís Suárez, aos 28'/2ºT); Gigliotti.

ATLÉTICO-GO (Técnico: Jorginho)

Ronaldo (Renan, aos 21'/1ºT); Hayner, Wanderson, Klaus e Arthur Henrique (Jefferson, aos 32'/2ºT); Baralhas, Edson Fernando e Jorginho (Marlon Freitas, aos 32'/2ºT); Léo Pereira (Wellington Rato, aos 32'/2ºT), Churín (Peglow, aos 41'/2ºT) e Luiz Fernando.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos