Jogadores do Fluminense reencontram Cruzeiro pela Copa do Brasil com misto de emoções

Fábio acionou Ronaldo na Justiça por salários atrasados (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)


O Fluminense encara mais um desafio pela Copa do Brasil nesta quinta-feira, desta vez contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final. Além da decisão, o duelo marca o reencontro de atletas que já tiveram passagens pela Raposa. Entre polêmicas e momentos positivos, o fator extracampo promete ser uma das tônicas do confronto, que já ocorreu pela mesma competição em 2019.

Dos jogadores do Flu que já passaram pelo Cruzeiro, Fábio tem a história mais emblemática no adversário. Um dos maiores ídolos da história do clube mineiro, o goleiro não teve o contrato renovado após a SAF ser instaurada. Assim, o veterano alegou descaso e acionou Ronaldo na Justiça. O ex-camisa 1 da Raposa pede que o atual gestor arque com uma dívida de cerca de R$ 20 milhões, referentes a salários, premiações e luvas. O arqueiro evita comentar o caso e a sua passagem pela instituição até hoje.

+ Fluminense chega a 40 mil sócios: saiba os clubes do Brasil com mais sócios-torcedores

Fred, que atuou no Cruzeiro entre 2018 e 2020, também teve uma saída conturbada. O ídolo tricolor foi intimado a pagar uma multa de R$ 23 milhões por sua saída do Atlético-MG para a Raposa, mas firmou acordo com o clube contratante para arcar com a dívida. Há também outros vencimentos a serem quitados. Contudo, o pagamento não ocorreu e o camisa 9 recorreu ao judiciário. Assim como no caso de Fábio, o processo segue em andamento.

Manoel, que tem duas passagens e conquistou um Brasileiro e uma Copa do Brasil pelo Celeste, foi mais um a acionar a Justiça. O zagueiro pede o recebimento de cinco parcelas de uma negociação por dívidas passadas, que totalizam R$4.360.465,66. No início do ano, o Cruzeiro chegou a cogitar o retorno do jogador, o que acabou não ocorrendo.

Alexandre Jesus, que integra o sub-23 e o profissional, foi dispensado do Cruzeiro por ato "gravíssimo" de indisciplina. Em 2020, o jogador em um episódio em Chapecó, enquanto disputava o Brasileirão sub-20. Na época, Bruno Vicintin, que agenciava jogadores que também foram punidos, revelou que o ocorrido envolveu a presença de mulheres na concentração da equipe.

Veja os jogos da Copa do Brasil

Porém, nem só de polêmicas será feito o reencontro. Willian, que pertenceu ao Cruzeiro entre 2013 e 2017, foi bicampeão brasileiro com o clube. Além disso, o atacante se tornou "Bigode" na Raposa e ganhou uma música da torcida. Na última janela de transferências, o jogador também era um desejo dos mineiros, mas acabou indo para o Tricolor.

Felipe Melo também chegou a vestir a camisa celeste no início de sua carreira, em 2003. Após uma boa temporada, em que participou de 32 jogos e marcou dois gols, o jogador foi para o Grêmio. Em janeiro deste ano, ele também chegou a ser procurado para retornar ao clube, mas escolheu o Tricolor.

O Fluminense recebe o Cruzeiro no Maracanã, às 19h, nesta quinta. A partida será transmitida pelo Premiere, SporTV e Tempo Real do LANCE!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos