Na briga por minutos, garotos do Flamengo são observados por Dorival

Werton em duelo com Everton Cebolinha, no Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


Sem partidas até a próxima quarta, a comissão técnica do Flamengo vive seu primeiro período livre para treinos no Ninho do Urubu. Além de buscar soluções para ausências que terá diante do Fortaleza, Dorival Júnior também utiliza as atividades para observar algumas das promessas da base do Fla, como Werton, Petterson e Mateusão.

+ Relembre grandes vendas de jogadores formados no Flamengo

O trio tem participado com frequências dos treinos com a equipe principal, no Ninho do Urubu. Os desempenhos individuais e as necessidades do grupo é que determinarão as chances dos jovens em 2022. A saída de Lázaro, por exemplo, já deu a primeira oportunidade para Mateusão, acionado na segunda etapa do jogo com o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 11 de setembro.

Contra o Fortaleza, são oito desfalques. Everton Ribeiro, Pedro, Erick Pulgar, Arturo Vidal, Varela e Arrascaeta estão a serviço das seleções do Brasil, Chile e Uruguai. Já Marinho e Everton Cebolinha estão suspensos. Diante de tantas ausências, Dorival Júnior deve recorrer aos garotos do Ninho para, ao menos, formar o banco de reservas.

Werton, de 19 anos, Petterson e Mateusão, ambos de 18 anos, fazem parte do Sub-20 do Flamengo, que, após a eliminação para o Corinthians, no Brasileirão em 4 de setembro, volta a campo no dia 28, contra o Aster Brasil-ES, pela primeira fase da Copa do Brasil.

O planejamento para os jovens é de que sigam treinando no time principal, mas também estejam à disposição do Sub-20 nas partidas.